Moradores de rua e flanelinhas são retirados novamente de prédio no Bairro do Recife

Desocupação ocorre após a onda de extorsões denunciada pela Folha de Pernambuco na última segunda-feira (11)

Moradores de rua e flanelinhas são removidos do antigo prédio da Secretaria de AdministraçãoMoradores de rua e flanelinhas são removidos do antigo prédio da Secretaria de Administração - Foto: Arthur Souza/ Folha de Pernambuco

Uma nova ação policial foi realizada na manhã desta quinta-feira (14) para retirar moradores de rua e flanelinhas do antigo prédio da Secretaria de Administração e Reforma do Estado. O prédio fica na esquina da Rua Vigário Tenório com a rua Dona Maria César, no bairro do Recife. A desocupação ocorre após a onda de extorsões denunciada pela Folha de Pernambuco na última segunda-feira (11). 

Um alambrado no prédio ao lado, que serve para conter entulhos de obras, estava sendo usado como abrigo para consumo de drogas. Os tapumes que tinham sido colocados no local foram removidos pelos agentes da Companhia Independente de Apoio ao Turista (Ciatur) da Polícia Militar, assim como os moradores de rua e seus respectivos pertences (colchões, bolsas e lonas). 

Leia também:
Extorsões prejudicam comércio no Recife Antigo
Ministério Público de Pernambuco quer ação contra flanelinhas

Acompanhados de funcionários do Porto Digital, os policiais militares revistaram moradores de rua e flanelinhas que ocupavam a calçada do edifício. A assessoria de imprensa do Porto Digital informou que o prédio é da União, mas foi cedido ao governo do Estado, que repassou o equipamento para o funcionar com um anexo do polo digital. No lugar funcionará o Porto Produção, um lugar com estúdios de audiovisual e mixagem de som. As obras serão iniciadas no primeiro semestre do próximo ano, com conclusão prevista para 2019.  

Ainda foi informado que, recentemente, moradores de rua haviam invadido o edifício que será o Porto Produção através de um buraco na parede do prédio ao lado. Os invasores foram retirados no último dia 12. Para evitar novas invasões, o Porto Digital está dando suporte ao vizinho, que está buscando formas de solucionar o problema. Funcionários do Porto Digital, que acompanhavam os PMs, averiguaram o interior do edifício para avaliar alguma possível invasão, nada foi encontrado.

Veja também

Na Índia, campanha de vacinação vê resistência de profissionais de saúde
Covid-19

Na Índia, campanha de vacinação vê resistência de profissionais de saúde

Doria reúne ex-presidentes FHC, Temer e Sarney em encontro pró-vacina: 'Não é um ato político'
Pandemia

Doria reúne ex-presidentes FHC, Temer e Sarney em encontro pró-vacina: 'Não é um ato político'