Morre jovem que foi atacada pelo ex-companheiro com ácido sulfúrico

De acordo com os familiares da jovem, o velório deve acontecer na cidade de Limoeiro, no Agreste pernambucano

Mayara EstefannyMayara Estefanny - Foto: Reprodução

Mayara Estefanny da Silva, de 19 anos, morreu na noite desta quinta-feira (25). A jovem tinha sido atacada pelo ex-companheiro, que jogou ácido sulfúrico no corpo de Mayara. O caso aconteceu no dia 4 de julho, desde então, a vítima estava internada no Hospital da Restauração (HR).

De acordo com os familiares da jovem, o velório deve acontecer na cidade de Limoeiro, no Agreste pernambucano. A família aguarda a liberação do corpo, que está no Instituto Médico Legal (IML) do bairro de Santo Amaro.

Leia também:
Mulher atacada com ácido sulfúrico pelo ex tem evolução clínica
Inquérito aponta caso Mayara como tentativa de feminicídio

Os suspeitos de agredir Mayara, William César dos Santos Júnior e Paulo Henrique Vieira dos Santos, tinham sido indiciados pela Polícia Civil de Pernambuco pelo crime de feminicídio, no dia 12 de julho e estão presos no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima.

Na última quinta-feira (25), os suspeitos foram denunciados pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) por tentativa de homicídio qualificado. De acordo com a Polícia Civil, Mayara havia registrado três boletins de ocorrência contra o ex-companheiro antes de ser assassinada.

Veja também

Conheça os tipos de vacina contra a Covid-19
Coronavírus

Conheça os tipos de vacina contra a Covid-19

Como a Covid afetou o tratamento do câncer
Inspiração Saúde

Como a Covid afetou o tratamento do câncer