Nasa investiga possível primeiro crime cometido no espaço

O problema envolve roubo de identidade e acesso irregular aos registros financeiros

Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (NASA)Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (NASA) - Foto: Divulgação/Flickr

A Nasa está investigando o que poderia ser o primeiro crime cometido no espaço, informou o New York Times neste sábado.

A astronauta Anne McClain é acusada de roubo de identidade e acesso irregular aos registros financeiros de sua ex-mulher a partir da Estação Espacial Internacional (ISS), onde estava realizando uma missão de seis meses, segundo o jornal americano.

A ex-mulher de Anne McClain, Summer Worden, apresentou uma denúncia este ano ante a Comissão Federal de Comércio (FTC), uma agência independente, após perceber que a astronauta havia acessado sua conta bancária sem sua autorização.

Leia também:

Nasa diz precisar de tempo para saber se queimadas de 2019 alcançarão recorde anual ou não
Nasa faz novo registro de Júpiter
Nasa recolhe depoimentos de quem assistiu à chegada do homem à Lua

A família de Worden também apresentou uma denúncia ante a inspeção-geral da Nasa, segundo o jornal. Para a advogada de McClain, sua cliente não cometeu nenhum crime e acessou os registros bancários enquanto estava a bordo da ISS para monitorar a conta conjunta do casal, como fazia durante a relação.

Os investigadores da agência espacial americana entraram em contato com as duas mulheres, segundo o New York Times. Worden indicou que a FTC não havia respondido sobre o roubo de identidade, mas um investigador especializado e a inspeção-geral da Nasa estudam a acusação, afirmou o jornal.

Veja também

Brasil veta plano do Mercosul por incluir expressão 'crimes de ódio' contra pessoas LGBT
mercosul

Brasil veta plano do Mercosul por incluir expressão 'crimes de ódio' contra pessoas LGBT

Usar máscara poderia evitar 130.000 mortes nos EUA, aponta estudo
Coronavírus

Usar máscara poderia evitar 130.000 mortes nos EUA, aponta estudo