OAB lança campanha contra o assédio

Campanha “Carnaval Sem Assédio: se a mulher disser não, não insista!” tem o objetivo de conscientizar os foliões sobre o assédio sexual contra as mulheres

AssédioAssédio - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Este é o primeiro Carnaval em que o assédio, que é potencializado nessa época do ano, é considerado crime cabível de prisão, por meio da Lei da Importunação Sexual.

O assunto está em voga e representantes da sociedade civil, das instituições públicas ligadas à área de segurança e de prevenção à violência, assim como membros das Comissões de Direitos Humanos (CDH) e da Mulher Advogada (CDMA) da OAB-PE, se reuniram, ontem, para debater o tema. Na ocasião, a OAB-PE lançou a campanha “Carnaval Sem Assédio: se a mulher disser não, não insista!”, com o objetivo de conscientizar os foliões sobre o assédio sexual contra as mulheres durante a folia.

Leia também:
Tecnologia combate assédio em aplicativo de transporte
Mais da metade das jovens brasileiras têm medo de assédio

 De acordo com a secretária-geral da CDH, Izabelle Garrido, o encontro foi necessário para discutir com as mais diversas entidades sociais o assédio às mulheres e reforçar o trabalho de conscientização. “É um trabalho que fizemos em outros anos e vamos continuar fazendo”, afirma.

Ela informa que as duas comissões irão confeccionar folders e cartazes contendo o slogan da campanha, além de vários números de telefones úteis para mulheres vítimas de assédio, como o disque-denúncia e a delegacia da mulher. O material será distribuído nos fóruns do Grande Recife, nas universidades e na rede de entidades públicas e da sociedade civil de apoio às mulheres.

Veja também

Com forte chuva, Florianópolis registra morte de mãe e filha em desabamento de muro
Santa Catarina

Com forte chuva, Florianópolis registra morte de mãe e filha

O mau exemplo do STF na pandemia: aglomeração, omissão de diagnóstico e tentativa de furar fila
Coronavírus

O mau exemplo do STF na pandemia: aglomeração, omissão de diagnóstico e tentativa de furar fila