Obras do Túnel da Abolição terão nova etapa

Foi aberta licitação para reabertura do acesso de veículos ao Museu da Abolição pela av. Real da Torre

Túnel da AboliçãoTúnel da Abolição - Foto: Flávio Japa/Folha de Pernambuco

A Secretaria das Cidades, por meio da secretaria executiva de Mobilidade, lançou licitação visando à contratação de empresa de engenharia para a execução dos serviços remanescentes do anexo do Museu da Abolição, no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife. Segundo a pasta estadual, as obras incluem a reabertura do acesso de veículos ao Museu da Abolição pela avenida Real da Torre e também contemplarão a praça que fica acima do túnel.

A praça, hoje com aspecto de abandono e marcas de vandalismo, receberá ações de urbanização e acessibilidade. Com os serviços no anexo do equipamento cultural e na praça em frente, a área ganhará um maior raio de giro para os veículos, o que facilitará o tráfego local. A publicação saiu no Diário Oficial do Estado de desta quinta-feira (5).

O servidor público Miguel Batista, de 54 anos, trafega diariamente pela avenida Real da Torre e acredita que reabrir a via lateral ao túnel ao público que queira ter acesso ao museu é necessário. "Essa obra, ao mesmo tempo que facilitou o tráfego, limitou o acesso para quem quer visitar o espaço cultural. Vai ser prático para todo mundo essas modificações", avaliou.

Os funcionários também reafirmaram a versão. "Já não recebemos tanto público e ainda fechar o acesso para carros só prejudicou mais ainda. Claro que vai facilitar para o público", afirmou Amanda Silva, 20 anos, que trabalha como recepcionista no lugar. A reportagem da Folha de Pernambuco flagrou, inclusive, uma moto subindo a calçada lateral ao museu para chegar mais rápido à avenida Caxangá.

Mais à frente, os canteiros da praça quase já não têm plantas. As poucas que existem estão mortas. Restou o lixo que preenchem esses espaços, que deveriam servir de pequenos jardins. As pichações denunciam a presença de vândalos. Sem falar nas marcas de infiltração que tomam as paredes que contornam a pracinha. "Se essa ideia de revitalizar essa área seja feita mesmo, vai ser ótimo para valorizar todo esse entorno. Porque é uma área de fluxo intenso. Muitas pessoas e carros passam diariamente aqui", opinou o supervisor Ivson Domingos, 31. "É uma boa iniciativa. Vai melhorar a estrutura e será um cartão de visita para o Museu da Abolição, já que está bem ao lado da casa cultural", reforçou o autônomo Evânio Gomes, 38.

Túnel

Orçada em R$ 16 milhões, a obra do Túnel da Abolição começou em 2013, com previsão de entrega para janeiro de 2014, como parte de um conjunto de obras de mobilidade para a Copa do Mundo. Entretanto o equipamento só foi entregue oficialmente em abril de 2015 após a inauguração ter sido adiada seis vezes. Mas são inúmeros os problemas. Um deles, o mais criticado, são as infiltrações que tomam o túnel, danificando a estrutura.

Veja também

Polícias fazem operação contra exploração sexual de crianças
Operação

Polícias fazem operação contra exploração sexual de crianças

Plantas podem significar risco para os pets; saiba quais espécies merecem atenção
FOLHA PET

Plantas podem significar risco para os pets; saiba quais espécies merecem atenção