Países europeus ativam mecanismo para obrigar Irã a respeitar acordo nuclear

'Ao fazer isso, nossos três países não se somam à campanha que tende a exercer uma pressão máxima contra o Irã'

Organização de Energia Atômica do Irã. A foto mostra o reator nuclear da cidade de ArakOrganização de Energia Atômica do Irã. A foto mostra o reator nuclear da cidade de Arak - Foto: HO / ATOMIC ENERGY ORGANIZATION OF IRAN / AFP

Os três países europeus signatários do acordo nuclear iraniano (França, Reino Unido e Alemanha) ativaram o mecanismo de resolução de controvérsias previsto no pacto para obrigar Teerã a voltar a respeitar seus compromissos - anunciaram seus ministros das Relações Exteriores em um comunicado.

"Ao fazer isso, nossos três países não se somam à campanha que tende a exercer uma pressão máxima contra o Irã", acrescentaram, dando a entender que não querem se unir à política de sanções dos Estados Unidos.

Leia também:
Irã anuncia prisão de envolvidos em derrubada acidental de avião
EUA retiram do país 21 militares sauditas após confirmar terrorismo em ataque na Flórida

Resposta
O Irã alertou nesta terça-feira Berlim, Londres e Paris das consequências de sua decisão de ativar o mecanismo de resolução de disputas previsto no acordo nuclear iraniano de 2015.

"É claro que, se os europeus procurarem abusar (desse procedimento), eles também devem estar preparados para aceitar as consequências, que já foram notificadas a eles", afirmou o Ministério das Relações Exteriores do Irã em comunicado.

Veja também

Três mortos e vários feridos em ataque com faca na França; uma das vítimas foi degolada
França

Três mortos e vários feridos em ataque com faca na França; uma das vítimas foi degolada

Após morte de George Floyd, capas de revistas com negros disparam
EUA

Após morte de George Floyd, capas de revistas com negros disparam