Parada LGBTI+ reúne milhares em Boa Viagem

Evento tem o objetivo de promover uma sociedade mais justa para as pessoas com base no respeito. Estão programados 11 trios elétricos, além de shows no parque Dona Lindu

18ª Parada da Diversidade de Pernambuco, reúne milhares em Boa Viagem 18ª Parada da Diversidade de Pernambuco, reúne milhares em Boa Viagem  - Foto: Jose Britto/Folha de Pernambuco

Com o tema “Ontem, hoje e Sempre. Respeitar para libertar”, a 18ª Parada da Diversidade de Pernambuco ocupa na tarde deste domingo as ruas do Recife. Reunindo cerca de 500 mil pessoas na Avenida Boa Viagem, Zona Sul da Capital, o evento vai contar com apresentações artísticas culturais, além de falas de ordem e shows. Nesta edição, a homenageada será a trans Bárbara Finsking, de 48 anos.

A Parada é organizada pelo Fórum LGBT de Pernambuco, a Parada da Diversidade já é consolidada como um momento especial para a causa LGBTI+ no Estado. O ponto de concentração do evento é no Parque Dona Lindu, e o evento vai contar ainda com o desfile de 11 trios elétricos pela orla de Boa Viagem, que seguirão até a Padaria Boa Viagem, onde ocorre a dispersão às 17h30.

O coordenador do Fórum LGBT, Thiago Rocha, destaca que o evento é um ato político. "A Parada é para uma sociedade com respeito, todos e todas são bem vindos, queremos uma sociedade justa, sem preconceito, justa e igualitária", disse.

Leia também:
Parada da Diversidade reúne 15 mil pessoas na Zona Norte do Recife
Os desafios dos LGBTI+ no mercado de trabalho



Além dos trios elétricos, um palco foi montado no Parque Dona Lindu, e nele haverá apresentações de Gaby do Carmo e Amigas do Brega, além do DJ Jefferson e show performático.

A Miss Brasil Gay 2019, Antonia Gutierrez, marca presença no evento, e reforça a importância do evento para reforçar a igualdade de gênero. “Hoje é um grande dia, a gente vem lutar, mostrar que somos resistentes, que temos muita força apesar de toda essa turbulência, a gente merece sim igualdade, temos que lutar pelos nossos direitos”, apontou.

A produtora cultural, Maria do Céu, também está presente no evento e reforça que a luta por direitos iguais também deve ser uma bandeira da família. “Quem não puder acompanhar pessoalmente acompanha a nossa vibração, a nossa luta, porque é uma luta da família, da educação, por direitos iguais e respeito”, destacou.

A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) montou um esquema especial de trânsito para monitorar a avenida Boa Viagem. Ao todo, 120 agentes de trânsito participarão da operação. A Central de Operações de Trânsito vai monitorar o fluxo de veículos. Trecho da avenida Boa Viagem, entre a avenida Armindo Moura e a rua Padre Bernardino Pessoa, será interditado até às 20h. Além disso, outras 20 ruas que interligam a rua dos Navegantes à avenida Boa Viagem também terão interdições durante o evento. Os bloqueios serão desfeitos conforme a passagem do desfile.

A CTTU informa aos moradores do bairro de Boa Viagem e aos frequentadores da orla que, devido à passagem dos trios-elétricos e ao grande movimento de pessoas esperado, não será permitido o estacionamento ao longo do trecho interditado da Avenida Boa Viagem.

Segurança
Também foram registrados arrastões e detenções em virtude das confusões durante a parada, contidos pela Polícia Civil e Polícia Militar presentes no local.



Veja também

Tribunal que julga impeachment de Witzel ouvirá 29 testemunhas
Brasil

Tribunal que julga impeachment de Witzel ouvirá 29 testemunhas

Quase 90% do desmatamento da Amazônia em Mato Grosso nos últimos 12 anos foi ilegal
Meio ambiente

Quase 90% do desmatamento da Amazônia em MT nos últimos 12 anos foi ilegal