Pernambuco registra 794 novos casos da Covid-19 e 98 mortes nas últimas 24h

Entre os novos infectados, 268 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 526 como leves.

Teste de soro para tratamento da Covid-19Teste de soro para tratamento da Covid-19 - Foto: Ben Stansall/AFP

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) notificou, nesta quinta-feira (28), 794 novos casos da Covid-19 em Pernambuco, sendo 268 classificados como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 526 como quadros leves. Foram registradas ainda 98 novas mortes, subindo o total de óbitos relacionados à doença para 2.566. Há ainda 270 mortes em investigação de diagnóstico. O Estado tem, até o momento, 30.713 casos oficiais de infecção pelo novo coronavírus, dos quais 13.354 são graves e 17.359, leves.

Curas
O boletim desta quinta registra também mais 1.288 curas no Estado, totalizando 11.390 pessoas recuperadas após contraírem a Covid-19. Desses pacientes, 4.418 manifestaram formas mais graves da doença e 6.972 registraram sintomas leves.

Graves
Entre os casos graves ativos da Covid-19 no Estado, 1.245 evoluíram bem, receberam alta hospitalar e concluem tratamento em isolamento domiciliar. Outros 5.125 pacientes estão internados, sendo 213 em regime de terapia intensiva (UTI) e 4.912 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada. Até agora, os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 159 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência em pacientes em outros Estados e países. 

Leia também:
Brasil supera 400 mil casos da Covid-19, com mais de 25 mil mortes
Em Pernambuco, 20 municípios não registraram casos de Covid-19, diz estudo  

Óbitos
Os 98 óbitos notificados nesta quinta - 54 homens e 44 mulheres - aconteceram entre os dias 19 de abril e 27 de maio. Os pacientes eram residentes nos municípios de Recife (38), Jaboatão dos Guararapes (15), Abreu e Lima (5), Camaragibe (3), Carpina (3), Igarassu (3), Cabo de Santo Agostinho (2), Garanhuns (2), Goiana (2), Limoeiro (2), Olinda (2), Paulista (2), Toritama (2), Vitória de Santo Antão (2), Água Preta (1), Águas Belas (1), Amaraji (1), Araripina (1), Camocim de São Félix (1), Caruaru (1), Cortês (1), Ilha de Itamaracá (1), Ipojuca (1), Itacuruba (1), Palmares (1), Passira (1), Timbaúba (1), além de duas (2) mortes de pacientes provenientes de outros estados.

As vítimas tinham idades entre 29 e 100 anos, além de um natimorto (sexo masculino) e uma criança de 1 ano de idade do sexo feminino. Entre os 98 pacientes, 49 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão (28), diabetes (25), obesidade (10), doença cardiovascular (6), tabagismo/histórico de tabagismo (5), doença renal (2), leucemia (2), doença pulmonar obstrutiva crônica (1), doença de Alzheimer (1), doença hepática (1), asma (1), histórico de AVC (1), histórico de AVCI (1), síndrome demencial (1), infecção do trato urinário de repetição (1), trauma cranioencefálico grave (1), infiltração pulmonar (1), síndrome de lise tumoral (1), erisipela (1), histórico de câncer (1) - o mesmo paciente pode ter mais de uma comorbidade. Dois não tinham comorbidades e os demais estão em investigação pelos municípios. As faixas etárias são: 0 a 9 (2), 20 a 29 (1), 30 a 39 (5), 40 a 49 (6), 50 a 59 (15), 60 a 69 (16), 70 a 79 (32), 80 ou mais (21).

Leitos
Nesta quinta, a rede hospitalar do Estado reúne um total de 1.407 leitos destinados ao atendimento de pacientes com quadros suspeitos ou confirmados da Covid-19, dos quais 615 são de terapia intensiva e 792 são leitos de enfermaria. A ocupação média dessa estrutura é de 85%, sendo 96% nas UTIs e 79% nas enfermarias.
Saúde.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

Veja também

Elefante-marinho vira atração de surfistas e banhistas no Rio
Rio de Janeiro

Elefante-marinho vira atração de surfistas e banhistas no Rio

Mais de 2.300 idosos de abrigos são beneficiados com recursos para alimentação e higiene
PERNAMBUCO

Mais de 2.300 idosos de abrigos são beneficiados com recursos para alimentação e higiene