Polícia Federal faz operação contra tráfico de pessoas

Criminosos prometiam trabalho para imigrantes no Brasil e nos Estados Unidos e atuavam no aeroporto de Guarulhos com ajuda de funcionários

Salão do aeroporto de GuarulhosSalão do aeroporto de Guarulhos - Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas

A Polícia Federal (PF) cumpriu nesta terça-feira (20) cinco mandados de busca e apreensão como parte de uma operação contra o tráfico de pessoas. Foram realizadas três buscas em Guarulhos, na Grande São Paulo, uma na capital paulista e outra no Distrito Federal. A investigação tem a cooperação de autoridades dos Estados Unidos e do México.

Segundo a PF, os criminosos prometiam trabalho para imigrantes no Brasil e nos Estados Unidos. A apuração começou após a tentativa, em 2015, de entrada de um grupo de estrangeiros da Índia e Bangladesh, com documentos falsos, pela fronteira do Paraguai. Eles chegaram a solicitar vistos de entrada na embaixada brasileira em Assunção.

Os criminosos também atuavam, de acordo com a investigação, dentro do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, com a colaboração de funcionários de companhias aéreas ou terceirizados do terminal. Assim, eles conseguiam repassar documentos falsos para os imigrantes dentro das áreas restritas de conexão.

Leia também:
Anac aprova mudança na outorga de Guarulhos e venda de fatia no Galeão
Novo secretário de segurança do Rio já reclamou de combate ao tráfico
Mulheres são a maioria das vítimas do tráfico de pessoas, aponta relatório


As pessoas que utilizam o esquema tinham passagens com destino final para Cuba, mas com conexão no México. Ao chegarem lá, em vez de prosseguir viagem, tentavam ingressar nos Estados Unidos pela fronteira terrestre. Há registros, segundo a PF, de que brasileiros atravessaram a fronteira norte-americana desta forma. Os investigados podem responder por tráfico de pessoas, aliciamento com fins de imigração e falsificação de documento público.

Veja também

Ações do Carrefour caem mais de 5% após assassinato de homem negro
Beto Freitas

Ações do Carrefour caem mais de 5% após assassinato de homem negro

Facebook exclui 140 mil conteúdos durante a campanha eleitoral no primeiro turno
eleições

Facebook exclui 140 mil conteúdos durante a campanha eleitoral no primeiro turno