Policiais prendem suspeito de tiroteio em bonde elétrico na Holanda

Policiais trabalham com a hipótese de motivação terrorista no tiroteio contra um bonde, na Praça 24 de Outubro

Um membro de patrulhas especiais das forças policiais, em UtrechtUm membro de patrulhas especiais das forças policiais, em Utrecht - Foto: JOHN THYS / AFP

A polícia da cidade de Utrecht, na Holanda, informou nesta segunda-feira (18) que prendeu um homem suspeito de envolvimento no tiroteio em um bonde elétrico, que deixou três mortos e nove feridos. O nome do suspeito preso não foi divulgado.

De manhã, os policiais divulgaram o nome e imagens do turco Gökman Tanis, de 37 anos, apontado como principal autor dos disparos.

O ataque ocorreu por volta das 10h45 (horário local). Policiais trabalham com a hipótese de motivação terrorista no tiroteio contra um bonde, na Praça 24 de Outubro.

Leia também:
Três mortos e nove feridos em tiroteio na cidade holandesa de Utrecht

Segundo testemunhas, o homem sacou uma arma e começou a disparar de forma aleatória. Depois fugiu. O governo da Holanda elevou o alerta de terrorismo ao nível máximo na província de Utrecht porque o atirador está foragido.

O prefeito de Utrecht, Van Zanen, lamentou a tragédia e disse que todos estão solidários com os parentes e amigos das vítimas. "Nós abraçamos e apoiamos os que choram."

Veja também

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças
EUA

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças

Biden monta gabinete moderado com diversidade na superfície para neutralizar críticas da esquerda
EUA

Biden monta gabinete moderado com diversidade na superfície para neutralizar críticas da esquerda