Ponte Rio-Niterói: após quatro horas de sequestro, suspeito é morto

Homem foi atingido após descer do ônibus e jogar um objeto em direção aos negociadores

Fotos do interior do ônibus sequestrado no RJFotos do interior do ônibus sequestrado no RJ - Foto: Reprodução/Twitter

O porta-voz da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro, coronel Mauro Fliess, confirmou que o sequestrador que fez 37 reféns no início da manhã, em um ônibus na Ponte Rio-Niterói, foi morto por atiradores de elite. O suspeito havia descido do ônibus e arremessado um objeto em direção aos negociadores, no momento que foi ao chão.

Leia também:
Homem faz passageiros de ônibus reféns na ponte Rio-Niterói

Tiros foram ouvidos no local por volta das 9h. Pelo Twitter, a PM informou que a ocorrência foi encerrada sem vítimas entre os reféns. “O tomador de refém foi neutralizado por um atirador de precisão do Bope [Batalhão de Operações Policiais Especiais] e todos os reféns foram libertados ilesos” postou a corporação.

O sequestro começou pouco antes das 6h e interditou a ponte nos dois sentidos. Até as 9h, o sequestrador havia liberado seis reféns. Segundo as primeiras informações, ainda não confirmadas, o sequestrador estava armado e se identificou como policial militar.

A polícia disse que a arma usada por ele era um simulacro, ou seja, de brinquedo. A ponte permanece interditada.


Veja também

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)
Coronavírus

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)

À frente do combate à Covid-19, presidente da Vigilância Sanitária morre vítima da doença em Manaus
Coronavírus

À frente do combate à Covid-19, presidente da Vigilância Sanitária morre vítima da doença em Manaus