Por coronavírus, universidades e IFs suspendem atividades até o fim de março

Medida foi anunciada em reunião neste domingo (15)

Reunião ocorreu na reitoria da UPEReunião ocorreu na reitoria da UPE - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Sete instituições públicas de ensino superior de Pernambuco - UFPE, UFRPE, IFPE, UPE, Ufape, IF-Sertão e Univasf -, além da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), anunciaram neste domingo (15) que vão paralisar as atividades a partir desta segunda-feira (16). A medida vale até o fim de março e afeta todos os campi espalhados pelo Estado. A decisão foi tomada como medida de prevenção e contenção do novo coronavírus no Estado. 

A paralisação foi decidida em reunião realizada na reitoria da Universidade de Pernambuco (UPE), no bairro de Santo Amaro, área central do Recife. Participaram do encontro reitores das cinco instituições do grupo Universitas (UFPE, UFRPE, Univasf, Unicap e UPE), além de representantes dos institutos federais de Pernambuco (IFPE) e Sertão e da Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (Ufape). Também estiveram presentes o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, e a secretária executiva da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Ricarda Bezerra.

Leia também:
Prefeitura do Recife fecha escolas e antecipa férias
Pernambuco tem 8 casos confirmados de coronavírus
Governo suspende aulas de escolas estaduais do Recife
PCR anuncia 10 novas medidas de combate ao covid-19
Aéreas começam a fechar vagas com aumento da crise do coronavírus
PCR solicitará suspensão de voos internacionais a partir de sexta
Vaticano celebrará Semana Santa sem fiéis devido ao coronavírus


A decisão foi tomada a partir de uma votação, em que cada gestor declarou se concordava em parar as atividades, a partir de que dia e por quanto tempo. Ao fim da discussão, ficou decidido que as aulas serão suspensas a partir desta segunda-feira (16) nas sete instituições. O prazo de retomar as atividades no dia 31 de março também poderá ser revisto nesse período, dependendo do grau de avanço do vírus nas próximas semanas.

"Estamos tirando as pessoas de circulação para que o Estado possa atender quem precisa de tratamento, dando um exemplo de bom senso", afirmou a reitora da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Maria José de Sena. A reposição das aulas que deixarão de ser realizadas será organizada separadamente por cada instituição.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus


 

Veja também

Mulheres podem ter papel decisivo em pleito na Polônia
Mundo

Mulheres podem ter papel decisivo em pleito na Polônia

UFPE retoma atividades com aulas remotas a partir de agosto
Coronavírus

UFPE retoma atividades com aulas remotas a partir de agosto