Profissionais do Samu recebem orientações sobre o coronavírus

Os agentes também estão sendo informados sobre o uso correto de EPIs e de trajes especiais e sobre como as ambulâncias devem ser adaptadas para receber os pacientes

Os profissionais do Samu estão sendo capacitados para lidar com casos suspeitos do Covid-19Os profissionais do Samu estão sendo capacitados para lidar com casos suspeitos do Covid-19 - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A menos de dez dias da abertura das festividades carnavalescas, profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) começaram a receber treinamentos para a operação nos dias de Carnaval.

A capacitação, que também contempla agentes do Corpo de Bombeiros, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e trabalhadores aeroportuários, aborda, entre outros assuntos, as informações acerca da Covid-19, nomenclatura dada à doença causada pelo novo coronavírus.

Apesar de não haver casos suspeitos da doença em Pernambuco, os profissionais do Samu estão sendo capacitados para lidar com casos suspeitos do Covid-19. As orientações sobre o atendimento pré-hospitalar são dadas tanto aos profissionais escalados para a operação especial de carnaval quanto para os agentes que realizam atendimentos de rotina.

No treinamento, são apresentados os sintomas que caracterizam os casos suspeitos. De acordo com o Ministério da Saúde, pessoas vindas da China nos últimos 14 dias ou que mantiveram contato com pessoa que foram ao país asiático e que apresentem febre e sintomas respiratórios devem ser tratados como casos suspeitos.

Os agentes também estão sendo informados sobre o uso correto de EPIs e de trajes especiais e sobre como as ambulâncias devem ser adaptadas para receber os pacientes. “Se, a partir do primeiro contato, que é feito através da ligação, identificarmos um caso suspeito, os agentes do Samu usarão trajes espaciais”, afirma o coordenador do núcleo de educação permanente do Samu Metropolitano do Recife, Petrus Andrade.

Leia também:
Imip vira referência para atender possíveis casos de coronavírus no Estado
Recife prepara profissionais de saúde para eventuais casos de coronavírus
Sobem para 11 os casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus


Segundo o coordenador do Samu Metropolitano do Recife, Leonardo Gomes, os cuidados especiais devem começar desde o momento da ligação recebida através do 192. “É importante primeiro saber para onde o paciente viajou nos últimos dias. É muito comum que as pessoas contraiam a influenza, gripe comum, nessa época do ano”, ressalta o coordenador.

“Se o paciente apresentar os sintomas e for considerado como caso suspeito, iniciamos o isolamento desse paciente e a transferência para os hospitais de referência”, completou Gomes. No Recife, três hospitais foram designados para receber casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus: o Hospital Correia Picanço, que deve receber pacientes com idades até os 13 anos e 11 meses; o Hospital Universitário Oswaldo Cruz, que deve receber pacientes a partir dos 14 anos de idade e o Imip, que deve receber exclusivamente gestantes.

Carnaval
O plano de ação do Carnaval de 2020 será a maior operação já realizada no Recife. Segundo o Samu, mais de 1100 profissionais serão designados para a operação, que contará com 23 ambulâncias e 36 motocicletas, que devem estar de prontidão nos dias de folia. A estrutura montada contará com um posto de atendimento avançado na Avenida Alfredo Lisboa, próximo ao palco do Marco Zero, no bairro do Recife, que funcionará das 19h até uma hora após o término das apresentações no palco principal. Para os polos descentralizados, cinco ambulâncias de suporte básico serão disponibilizadas.

Para o desfile do Galo da Madrugada, que acontece no sábado (22), cinco postos serão montados em locais estratégicos e funcionarão a partir das 7h. Os postos, que contarão, cada um, com uma ambulância de suporte básico, enfermeiros e médicos, serão instalados na praça Sérgio Loreto, no Pátio do Carmo, na Avenida Dantas Barreto, na Rua do Sol e na Rua Primeiro de Março. Além dos postos fixos, uma ambulância de suporte avançado e equipes de motossocorristas estarão de prontidão.

Durante o carnaval, os atendimentos de rotina continuarão sendo executados normalmente, garante Leonardo Gomes.

Veja também

Taxistas do Recife devem agendar verificação de taxímetros até sexta-feira (7)
Táxis

Taxistas do Recife devem agendar verificação de taxímetros até sexta-feira (7)

PE anuncia protocolo da retomada das atividades presenciais em órgãos e entidades públicas
Retomada

PE anuncia protocolo da retomada das atividades presenciais em órgãos e entidades públicas