Quadrilha envolvida em homicídios e tráfico é alvo de operação no Agreste

Operação Tocandira cumpre 16 mandados de prisão e nove de busca e apreensão domiciliar

O serviço de compra e registro da arma é divulgado, inclusive, pelo aplicativo WhatsAppO serviço de compra e registro da arma é divulgado, inclusive, pelo aplicativo WhatsApp - Foto: Pixabay

Uma organização criminosa envolvida em homicídios, tráfico de drogas, roubo qualificado, porte e comércio ilegal de arma de fogo, coação a testemunhas e adulteração de veículos é o alvo da Operação Tocandira, deflagrada na manhã desta quarta-feira (13), pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE). A quadrilha agia em cidades do Agreste, como Caruaru, Panelas, Lagoa dos Gatos, Agrestina e Cupira. Estão sendo cumpridos 16 mandados de prisão e nove de busca e apreensão domiciliar.

As investigações da Secretaria de Defesa Social (SDS), presididas pelo delegado Bruno Vital Mota de Andrade, tiveram início em junho de 2017 e foram supervisionadas pela Chefia da PCPE, com coordenação da Diretoria Integrada do Interior 1. O efetivo da operação foi de 90 policiais civis, entre delegados, comissários, agentes e escrivães.

Leia também:
Homens são presos com 136 quilos de maconha no Agreste
Operação Garanhuns Verde combate quadrilha no Agreste

Veja também

Acordo amplia autorização dos quiosques na Orla de Boa Viagem e Pina por 10 anos
Recife

Acordo amplia autorização dos quiosques na Orla de Boa Viagem e Pina por 10 anos

São Paulo anuncia ampliação de testes da fase 3 da vacina CoronaVac
coronavírus

São Paulo anuncia ampliação de testes da fase 3 da vacina CoronaVac