Renda per capita cai e Brasil tem mais de 4 milhões na faixa da pobreza

Dados fazem parte do Radar IDHM, anunciado esta semana

São consideradas pobres as pessoas com renda inferior a um quarto do salário mínimoSão consideradas pobres as pessoas com renda inferior a um quarto do salário mínimo - Foto: Nathália Bormann/arquivo folha

Cerca de 4,1 milhões de pessoas entraram na faixa da pobreza no Brasil e dessas, 1,4 milhão ingressaram na extrema pobreza. Os dados, relativos ao ano de 2015, foram divulgados no Radar IDHM. O documento é organizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e a Fundação João Pinheiro.

Leia também
Especial: Um país marcado pela fome
Crise econômica agrava situação de quem passa fome; saiba como ajudar


Segundo o relatório, são consideradas pobres as pessoas com renda domiciliar mensal per capita inferior a um quarto de salário mínimo e extremamente pobres aquelas que vivem com renda domiciliar per capita inferior a R$ 70. Os valores tomam como referência o salário mínimo em vigor no ano de 2010, data do último censo do IBGE, equivalente a R$ 510.

O documento alerta para os indicadores nacionais relativos à pobreza, renda e emprego e aponta que a renda per capita da população brasileira também diminuiu. O índice, que era de R$ 803,36 em 2014, passou para R$ 746,84 em 2015.

Desde 2000 até 2014, o crescimento da renda domiciliar per capita no Brasil foi acompanhado pela redução da proporção de pessoas vulneráveis à pobreza. No entanto, em 2015, aconteceu o contrário: a renda encolheu R$ 56,5 e a proporção de vulneráveis à pobreza aumentou 2,2%. São consideradas vulneráveis pessoas com renda domiciliar per capita inferior a meio salário mínimo de 2010.

"Esses dados alertam para a necessidade as políticas públicas voltadas ao crescimento do emprego e da renda, sem deixar de lado o combate à desigualdade", afirma o documento.

O relatório tem como base a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), divulgada anualmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Veja também

Bairros do Recife ficam 'às escuras' na noite desta quinta (13)
Recife

Bairros do Recife ficam 'às escuras' na noite desta quinta (13)

Correntes humanas nas calçadas, greves e demissões elevam grau de protesto na Belarus
internacional

Correntes humanas nas calçadas, greves e demissões elevam grau de protesto na Belarus