Síndico quer arrecadar R$ 300 mil para reformar Holiday

Vários moradores deixaram seus apartamentos nesta sexta-feira (15)

Moradores deixam Edifício Holiday após interdição judicialMoradores deixam Edifício Holiday após interdição judicial - Foto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco

O síndico do Edifício Holiday, Rufino Neto, elabora planos para arrecadar cerca de R$ 300 mil para realizar as reformas necessárias no prédio localizado no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Nesta sexta-feira (15), segundo dia após a decisão judicial ordenando a interdição e desocupação do edifício, vários moradores deixaram seus apartamentos. Alguns protestaram e outros lamentaram a mudança.

"Estamos tentando de todas formas conseguir esse dinheiro. Através de vaquinhas, empréstimos. Temos que tentar tudo. Toda ideia é válida", afirmou Rufino. Segundo o síndico, os advogados que estão defendendo o edifício e o engenheiro se reuniram nesta sexta. "Eles elaboram planos e laudos para a gente ver o que vai fazer", relatou.

Leia também:
Edifício Holiday é interditado pela Justiça
Moradores enfrentam o drama da interdição no Holiday


As rachaduras na estrutura são visíveis em muitos dos andares do edifício. A decisão proferida pelo juiz Luiz Gomes da Rocha Neto, da 7ª Vara da Fazenda Pública da Capital, em caráter liminar, atendeu a um pedido da Prefeitura do Recife, que pediu a interdição pelo risco que o Holiday oferece aos moradores.

Moradores deixam Edifício Holiday após interdição judicial

Danos na estrutura do Edifício Holiday são vistos em vários andares - Foto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco



Equipes de mudança foram contratadas pela Prefeitura do Recife para auxiliar na mudança. Os profissionais retiram os móveis, eletrodomésticos e pertences dos moradores que procuram a gestão municipal. Cerca de nove famílias devem deixar o prédio nesta sexta.

 

Veja também

Vigilância Sanitária interdita restaurante oriental na Boa Vista
Fiscalização

Vigilância Sanitária interdita restaurante oriental na Boa Vista

Fernando de Noronha identifica mais três casos da Covid-19
Coronavírus

Fernando de Noronha identifica mais três casos da Covid-19