Sobe para oito total de mortos em naufrágio no Rio de Janeiro

Buscas por mais quatro desaparecidos após o naufrágio continuam com apoio de mergulhadores, embarcações e aeronaves na Baía de Sepetiba

Duas embarcações naufragaram com 21 pessoas a bordoDuas embarcações naufragaram com 21 pessoas a bordo - Foto: Reprodução

Mais um corpo foi encontrado neste domingo (10) vítima da tragédia em que duas embarcações afundaram na última sexta-feira (8), no Rio de Janeiro, informou o Corpo de Bombeiros. Assim, sobe para 17 o número de vítimas resgatadas, sendo nove com vida e oito mortos.

Leia também:
Marinha retoma buscas pelos desaparecidos em naufrágio no Rio


As buscas por mais quatro desaparecidos continuam com apoio de mergulhadores, embarcações e aeronaves na Baía de Sepetiba, na região metropolitana do Rio. A Marinha participação da operação. Ontem (9), no fim da tarde, foi resgatado o corpo do pescador Pablo L. Santos.

Os corpos das vítimas estão sendo levados para o Instituto Médico Legal de Campo Grande.

Desde o dia do naufrágio, bombeiros do quartel de Sepetiba, que fica na zona oeste, fazem buscas. Segundo as informações, 21 pessoas estavam nos dois pesqueiros que afundaram, o “Lucas Mar” e o “Milemar”.

O grupo se reunia com frequência para fazer pesca esportiva e alugou as embarcações tripuladas por dois barqueiros experientes. No entanto, eles foram surpreendidos por mudanças nas condições climáticas no mar.

O barco “Lucas Mar” foi encontrado ontem (9), com auxílio de pescadores, a 8 metros de profundida na Baía de Sepetiba. O “Milemar” já tinha sido localizada na sexta-feira.

Em nota, a Marinha se solidarizou com as famílias dos pescadores.

Veja também

STF negou prisão domiciliar a ex-deputado que morreu de Covid-19
Brasil

STF negou prisão domiciliar a ex-deputado que morreu de Covid-19

O Império contra-ataca e ganha espaço na Cultura do governo Bolsonaro
Família Imperial

O Império contra-ataca e ganha espaço na Cultura do governo Bolsonaro