Tarifa do Metrô do Recife sobe para R$ 2,60 no domingo

Apesar dos sucessivos reajustes, os usuários não deverão sentir melhorias no sistema

Metrô do Recife Metrô do Recife  - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Entra em vigor no próximo domingo (7) o segundo aumento escalonado da tarifa do Metrô do Recife, que passará a custar R$ 2,60, R$ 0,50 a mais que o valor de R$ 2,10 praticado desde 5 de maio. Este será o segundo reajuste feito no preço da passagem desde que a Companhia Brasileira de Trens Urbanos do Recife (CBTU) anunciou aumento de 150%, apesar de a Justiça ter determinado 87,5% de acréscimo em abril. O embarque no Metrô custará R$ 4 a partir de 7 de março de 2020. 

O valor de R$ 2,60 será praticado até 7 de setembro. Em seguida, subirá para R$ 3 entre 8 de setembro e 2 de novembro. O quarto reajuste elevará a passagem para R$ 3,40 de 3 de novembro a 4 de janeiro de 2020. Já entre 5 de janeiro e 6 de março do próximo ano, o custo do embarque no Metrô será de R$ 3,70. Por fim, em 7 de março entrará em vigor a tarifa de R$ 4.

Leia também:
Com aumento de 150%, tarifa do Metrô subirá para R$ 4 até março de 2020
Homem é detido após quebrar a pedradas janelas do Metrô

Segundo a CBTU Recife, os reajustes são necessários para manter o funcionamento do sistema, ameaçado de paralisação. Este ano os custos com o Metrô vão chegar a aproximadamente R$ 541 milhões, sendo os maiores gastos com energia elétrica, com cerca de R$ 24 milhões de despesas, e com segurança, R$ 18 milhões.

Atualmente, o Metrô arrecada cerca de R$ 70 milhões por ano e recebe um subsídio da União de R$ 310 milhões para fechar as contas. Quando a tarifa chegar a R$ 4, estima-se que o sistema passará a arrecadar R$ 140 milhões por ano.

Apesar dos sucessivos reajustes, os usuários não deverão sentir melhorias no sistema. A receita adicional deve apenas ajudar a suprir um déficit já existente nas operações metroviárias, de acordo com a CBTU. Ao todo, 400 mil pessoas utilizam o sistema metroviário por dia na Região Metropolitana do Recife (RMR), em 550 viagens que passam pelas 37 estações.

Veja também

Fernando de Noronha confirma mais seis casos de Covid-19
Coronavírus

Fernando de Noronha confirma mais seis casos de Covid-19

Carro-bomba mata 30 membros das forças de segurança afegãs
Atentado

Carro-bomba mata 30 membros das forças de segurança afegãs