Trans Robeyoncé recebe certificado para usar nome social na OAB

Ela é a primeira advogada transexual do Norte e Nordeste e a segunda do Brasil

Robeyoncé recebeu certificado garantindo uso do nome social na OABRobeyoncé recebeu certificado garantindo uso do nome social na OAB - Foto: Flávio Japa/Folha de Pernambuco

A primeira advogada trans do Norte e Nordeste, e segunda do País, Robeyoncé Lima, recebeu nesta segunda-feira (30), no auditório da OAB-PE, no bairro de Santo Antônio, Centro do Recife, a certidão que garante o uso do nome social na carteira da Ordem dos Advogados do Brasil. Com o documento, poderá ser apresentada pelo nome com o qual se identifica durante qualquer atividade jurídica. A vitória histórica aconteceu um dia depois do Dia Nacional da Visibilidade de Pessoas Travestis, Homens e Mulheres Trans.

“A carteirinha já chega no mês que vem. É um alívio mostrar um documento que tem o nome que é meu de verdade. O nome social é um paliativo enquanto não posso mudar o nome juridicamente, processo que é burocrático e lento. Espero que consiga esse logo também, porque é muito constrangimento puxar a carteira de identidade quando é necessário, como na hora de pegar um avião, por exemplo”, comentou a advogada.

O certificado foi entregue a Robeyoncé pelo presidente da OAB-PE, Ronnie Duarte, e pela presidente da Comissão de Diversidade Sexual e Gênero, Maria Goretti Soares. A instituição assegurou que o nome social é um direito de todas as pessoas trans. “Exercer a profissão utilizando o nome com o qual se identifica é ver assegurado o direito humano de ser quem é e ser respeitado por isso”, afirmou Goretti. Já o presidente da Ordem ressaltou a dificuldade que os trans passam devido ao preconceito: “São tempos difíceis para todos, mas é pior ainda para a população LGBT”.

Veja também

Pernambuco registra 449 novos casos e 11 mortes por Covid-19
CORONAVÍRUS

Pernambuco registra 449 novos casos e 11 mortes por Covid-19

Fernando de Noronha confirma mais seis casos de Covid-19
Coronavírus

Fernando de Noronha confirma mais seis casos de Covid-19