Uso da força em Hong Kong pode afetar acordo dos EUA com a China

Trump disse que caso Pequim decida pelo uso da força, será difícil fechar um acordo comercial com a China

Donald TrumpDonald Trump - Foto: Brendan Smialowski / AFP

O presidente americano Donald Trump indicou que as negociações entre os Estados Unidos e a China podem ser afetadas caso Pequim faça uso de violência para conter manifestantes em Hong Kong.

Trump falou a repórteres em Nova Jersey, nesse domingo (18). Ele expressou preocupação a respeito de "um novo incidente como do da Praça da Paz Celestial", referindo-se a um ataque militar contra manifestantes pró-democracia ocorrido em Pequim em 1989.

Trump disse que caso Pequim decida pelo uso da força, será difícil fechar um acordo comercial com a China. E indicou que o congresso americano poderá tomar uma postura mais rígida em relação ao país, estragando o ambiente das negociações.

Leia também:
Trump diz que China está frente a "extrema forma de retaliação"
Governo Trump acelera deportação expressa de imigrantes irregulares


Trump disse acreditar que o presidente chinês Xi Jinping será capaz de resolver a questão por meio de conversas com os manifestantes.

Ele disse que quer que a situação em Hong Kong seja resolvida de forma humanitária, o que seria um desenvolvimento positivo para um acordo comercial.

Há expectativa de que Trump converse ao telefone com Xi Jinping em breve para pedir pela resolução pacífica da situação.

Veja também

Primavera Árabe, primeira revolução do smartphone
Mundo

Primavera Árabe, primeira revolução do smartphone

Parque temático japonês "Super Mario" será inaugurado em fevereiro
Mundo

Parque temático japonês "Super Mario" será inaugurado em fevereiro