Vereadores cobram câmeras onde gatos foram envenenados no Recife

Neste sábado (27), defensores dos animais e voluntários realizam protesto na avenida Beira Rio, no bairro da Torre, onde 31 felinos foram envenenados apenas em abril

Ao longo de duas semanas, 31 gatos foram envenenados na avenida Beira RioAo longo de duas semanas, 31 gatos foram envenenados na avenida Beira Rio - Foto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

A falta de resposta aos atentados contra animais domésticos na avenida Beira Rio, no bairro da Torre, Zona Oeste do Recife, provocou a Câmara de Vereadores do município a pensar alternativas para auxiliar na investigação dos crimes. A casa legislativa acionou a Prefeitura do Recife para que câmeras de monitoramento fossem instaladas nas proximidades da Academia das Cidades, em um local que ficou conhecido como “Praça dos Gatos”.

Só neste mês, 31 gatos foram exterminados por envenenamento na área. “Essa matança de animais na Beira Rio é sistemática e vem acontecendo ao longo de muito tempo. Precisamos pegar a pessoa ou pessoas que estão fazendo isso e coibir esse tipo de ação”, defendeu o vereador Ricardo Cruz (PPS), autor do requerimento.

Neste sábado (27), o movimento Vozes em Luto Nordeste realizará ato em repúdio ao massacre dos gatos da Beira Rio. A concentração terá início às 14h, no quiosque da praça onde os animais foram envenenados. “É uma situação gritante, pois foi uma chacina. Um crime ambiental. Precisamos conscientizar a sociedade e pressionar as autoridades para chegar à autoria”, defendeu a ativista Fernanda Alcântara.

Defensora da causa, Fernanda destaca que abusos e maus tratos a animais é um crime tipificado desde 1998, quando foi criada a Lei de Crimes Ambientais. “A Constituição Federal fala que é dever do Estado tutelar os direitos dos animais e criar leis efetivas, por isso a Lei 9.605/1998 no Artigo 32 determina detenção de três meses a um ano, além de multa, para quem maltrata animais.”

Projeto Gatinhos Urbanos cuida da saúde e garante alimentação dos felinos da Beira Rio, além de estimular a adoção nas redes sociais

Projeto Gatinhos Urbanos cuida da saúde e garante alimentação dos felinos da Beira Rio, além de estimular a adoção nas redes sociais - Foto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

De acordo com a aposentada Eunice Pereira, 62 anos, a matança aconteceu ao longo de duas semanas e não foi a primeira. “Há mais de cinco anos, mais de 40 gatos também foram envenenados. Ali não é um área para eles, que precisam de um lugar seguro para viver”, considerou. Eunice é uma das criadoras do projeto Gatinhos Urbanos. O grupo cuida da saúde e alimentação dos felinos abandonados no local e, através das redes sociais, os divulga para adoção.

Através de um processo no Ministério Público de Pernambuco (MPPE), o projeto conseguiu uma recomendação para que a Prefeitura do Recife realizasse a castração dos gatos da Beira Rio. “Eles pegam cinco animais por semana. Levam na segunda e devolvem na quinta. Mas esperamos medidas mais efetivas do Poder Público, que resolva os problemas dos bichinhos”, defendeu Eunice.

Por meio de nota, a Prefeitura do Recife (PCR) informou que a Secretaria de Segurança Urbana estuda a solicitação de câmeras no local . Sobre o caso, a PCR disse acompanhar a situação dos gatos da avenida Beira Rio, mas atribuiu à Delegacia de Polícia do Meio Ambiente (Depoma) a responsabilidade pela investigação do atentado.

A Polícia Civil informa que um procedimento policial foi instaurado para apurar as mortes dos animais na Depoma. A delegada Maria Elizabeth Patriota está a frente das investigações. Diligencias estão sendo realizadas para elucidar a autoria do crime. Em nota, a PC informou, ainda, está em contato com ativistas e voluntários para efetuar a retirada dos animais das ruas e buscar adoções responsáveis.

Canais de denúncias contra maus-tratos a animais:

Secretaria Executiva de Defesa Animal do Recife
[email protected]
(81) 33558371 / 0800 281 0040

Delegacia de Polícia do Meio Ambiente (Depoma)
Estrada Velha de Água Fria, 1420.
Tamarineira — Recife, Pernambuco
(81) 31847119 / 31847121

Veja também

Suspeito do acidente com morte na Estrada de Aldeia é liberado após pagar fiança de R$ 200 mil
RMR

Suspeito do acidente com morte na Estrada de Aldeia é liberado após pagar fiança de R$ 200 mil

TI Afogados operará como integração temporal a partir deste sábado, 31
Mobilidade

TI Afogados operará como integração temporal a partir deste sábado, 31