Alto comando do Exército está reunido para tratar da intervenção no Rio

General Walter Souza Braga Netto, comandante do Comando Militar do Leste (CML), apontado como o interventor, participa da reunião

General Walter Souza Braga Netto, comandante do Comando Militar do LesteGeneral Walter Souza Braga Netto, comandante do Comando Militar do Leste - Foto: Divulgação / CML

Generais do alto comando do Exército de todo o país fazem reunião por videoconferência para discutir os detalhes da intervenção federal na segurança pública no Rio de Janeiro desde as 9h desta sexta-feira (16). Com a medida, o comando das forças de segurança pública do Rio de Janeiro ficará a cargo do Exército.

O general Walter Souza Braga Netto, comandante do Comando Militar do Leste (CML), apontado como o interventor, participa da reunião. Segundo a assessoria de imprensa da corporação, o general Braga Netto vai embarcar ainda hoje do Rio de Janeiro em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para Brasília.

Leia também:
Temer assina decreto de intervenção das Forças Armadas na segurança do Rio
Pedidos anteriores de intervenção federal no DF e ES foram barrados
Intervenção no Rio altera tramitação da reforma da Previdência na Câmara
Governo trabalha no texto do decreto de intervenção no Rio de Janeiro
'Dura e extrema', diz Rodrigo Maia sobre intervenção no Rio de Janeiro

Braga Netto é natural de Belo Horizonte. Segundo o Ministério da Defesa, ao longo de sua carreira comandou o 1º Regimento de Carros de Combate e foi chefe do Estado-Maior da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada e do Comando Militar do Oeste. Durante os Jogos Rio 2016, atuou como coordenador-geral da Assessoria Especial para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Comando Militar do Leste. Antes de assumir o CML, era comandante da 1ª Região Militar (Região Marechal Hermes da Fonseca). Tem 23 condecorações nacionais e quatro estrangeiras, segundo o ministério.

Nesta manhã, o presidente Michel Temer e assessores acertam os detalhes do decreto de intervenção na segurança pública do estado do Rio de Janeiro. O decreto será assinado pelo presidente Temer no início da tarde, no Palácio do Planalto, de acordo com a Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

Veja também

João Campos recebe lideranças em sua residência antes de sair para votar
Eleições 2020

João Campos recebe lideranças em sua residência antes de sair para votar

Apenas uma urna eletrônica apresentou defeito até as 10h deste segundo turno em Pernambuco
Eleições 2020

Apenas uma urna eletrônica apresentou defeito até as 10h deste segundo turno em Pernambuco