Alvo de Bolsonaro, Paulo Câmara recebe dois ministros

Moro e Salles estarão em PE na segunda e na terça

Em nota, Paulo Câmara reagiu à ataque de Jair BolsonaroEm nota, Paulo Câmara reagiu à ataque de Jair Bolsonaro - Foto: divulgação

O problema mais imediato são as manchas de óleo que atingem as praias do Nordeste, incluindo as de Pernambuco. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, vem ao Estado conferir a situação na próxima terça-feira.Terá reunião com o governador Paulo Câmara no Palácio das Princesas, às 9h. O martelo foi batido, ontem, dia em que as manchas atingiram também as praias de Tamandaré e dos Carneiros e que o presidente Jair Bolsonaro virou suas atenções para o gestor socialista, mas não para tratar da tragédia ambiental. Em seu twitter, o presidente atacou Paulo Câmara, a quem atribuiu a condição de "desonestidade" e de "espertalhão da vez". Bolsonaro arrematou: "Mas o povo de bem reage às mentiras". Fez o post anexando um vídeo de um homem, que se identifica como morador de Toritama e critica um outdoor do Governo de Pernambuco sobre o Décimo Terceiro do Bolsa Família.

Parlamentares que têm relação com o governo relatavam, nos bastidores, que o incômodo de Bolsonaro teria a ver com o fato de o formato do programa pernambucano incluir o uso de notas fiscais para obtenção do benefício, mas essa condição só se aplica para quem recebe abaixo de R$ 150 e tem interesse em ampliar sua cota extra. O programa do Governo do Estado chegou a ser batizado, originalmente, de "Nota Fiscal Solidária", mas passou por adaptações e mudou de nome. Segundo parlamentares, o "nome fantasia" Décimo Terceiro, aos olhos do Governo Federal, seria outro ponto de atrito em função de os modelos serem diferentes. Na nota de reação, o governador Paulo Câmara focou nas datas. Sublinhou ter anunciado o programa em 26 de agosto na campanha pela reeleição. "Semelhante proposta foi apresentada pelo candidato Bolsonaro mais de 40 dias depois", anota o governador no texto, lembrando que a aprovação na Assembleia Legislativa se deu em novembro de 2018. Datas e formatos à parte, Câmara não é o primeiro governador do Nordeste a entrar na mira de Bolsonaro. Flávio Dino (MA) e João Azevêdo (PB) já haviam sido atacados. A despeito da zona de atrito, além de Salles, Paulo Câmara receberá Sérgio Moro na segunda-feira, em sinal de que a capacidade de diálogo e a institucionalidade não será afetada, a despeito da postura de ataque do presidente.

 

Cobrança de Silvio
O deputado federal Silvio Costa Filho intermediou a visita de Ricardo Salles e acompanhará o ministro ao encontro de Paulo Câmara. No início da noite de ontem, Silvio trocou telefonemas com o líder do Governo na Câmara Federal, Major Vitor Hugo, e com o próprio ministro para bater o martelo.
Espera > No Palácio das Princesas, houve quem visse a terç como uma data distante, dado o avanço do óleo. Antes disso, segundo Silvio Filho, o ministro tem agenda no Rio Grande do Sul.
Outra coisa > Indagado sobre o imbróglio do 13º, Silvio Costa Filho pontuou o seguinte: "Os dois programas são importantes. Entretanto, o 13º do Bolsa Família é do Governo Federal. Ou seja, na mesma modelagem. O do Governo do Estado é um programa de recuperação através da nota fiscal que visa à distribuição de renda. Mas são modelagens diferentes".
Em... > André de Paula defendeu que um presidente precisa "construir pontes, trabalhar por consenso, harmonizar o País". E pondera: "O que me preocupa é essa posição de permanente beligerância que o presidente tem adotado".
...construção > Ainda segundo André, "a reincidência com o Nordeste é um agravante". Sinaliza "desapreço", diz ele, lembrando que o gesto, em política, "vale mais que as palavras".
Embaraço > Na avaliação do deputado Augusto Coutinho, o ataque do presidente, cria "embaraço" com o governador "sem necessidade". 

Veja também

'Espero comparecer à posse de Trump', diz Bolsonaro mesmo com Biden à frente nas pesquisas
Diplomacia

'Espero comparecer à posse de Trump', diz Bolsonaro mesmo com Biden à frente nas pesquisas

Por trás desse broche, existe um ser humano, diz em vídeo senador flagrado com dinheiro na cueca
Senado

Por trás desse broche, existe um ser humano, diz em vídeo senador flagrado com dinheiro na cueca