Amazônia brasileira está segura, diz Mourão

Vice-presidente se manifestou no twitter

Vice-presidente Hamilton MourãoVice-presidente Hamilton Mourão - Foto: Romério Cunha/VPR

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, se manifestou na noite desta quinta-feira (22) sobre os incêndios florestais na Amazônia e disse que a região está segura. Em uma postagem no Twitter, ele atribuiu as queimadas ao período de seca.

"A #Amazonia brasileira está segura! Lá morei e sei que incêndios são episódicos em período de seca", escreveu. Na postagem, Mourão criticou o que chamou de uma tentativa de transformar o problema em uma crise internacional. "Transformá-los em crise, esquecendo as tragédias que o fogo causou nos EUA e Europa, é má-fé de quem não sabe que os pulmões do mundo são os oceanos, não a Amazônia", acrescentou.

Leia também:
'Brasil arde', diz El País; veja a repercussão das queimadas na mídia internacional
Monitorar queimadas e desmate exige recurso humano, não só satélite, dizem especialistas
Bolsonaro acusa Macron de colonialismo após sugestão de tratar de Amazônia no G7

Mais cedo, também pelo Twitter, o presidente da França, Emmanuel Macron, se posicionou sobre as queimadas na Amazônia, classificando o problema como uma "crise internacional" e pedindo que os líderes do G7 tratem urgentemente do tema. Em resposta, o presidente Jair Bolsonaro rebateu o líder francês, também pela rede social dizendo que Macron busca "instrumentalizar uma questão interna" dos países amazônicos "para ganhos políticos pessoais".

O próximo encontro do G7, que reúne os presidentes de EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Canadá e Japão, ocorrerá neste fim de semana, em Biarritz. O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, também afirmou nesta quinta-feira que está "profundamente preocupado" com os incêndios na Floresta Amazônica.

Veja também

Dez capitais apresentam sinais de crescimento da Covid-19, diz Fiocruz
Coronavírus

Dez capitais apresentam sinais de crescimento da Covid-19, diz Fiocruz

Secom lança campanha que fala em interesses 'nem sempre claros sobre preservação da Amazônia'
governo

Secom lança campanha que fala em interesses 'nem sempre claros sobre preservação da Amazônia'