Bolsonaro convoca reunião de ministros e técnicos para discutir preços da Petrobras

A interferência governamental na política de preços da petroleira provocou forte queda das ações, com perda de R$ 32 bilhões do valor de mercado da empresa

Presidente da República, Jair BolsonaroPresidente da República, Jair Bolsonaro - Foto: Palácio do Planalto/ Flickr

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) convocou uma reunião com ministros e técnicos para a próxima terça-feira (16) para discutir a política de preços da Petrobras.

O encontro foi marcado depois que Bolsonaro procurou na noite de quinta-feira (11) o presidente da estatal, Roberto Castello Branco, para pedir que ele revisse a decisão de reajustar o preço do óleo diesel em 5,7%.

A interferência governamental na política de preços da petroleira provocou forte queda das ações, com perda de R$ 32 bilhões do valor de mercado da empresa.

Leia também:
Onyx minimiza intervenção na Petrobras e refuta comparação com gestão do PT
Petrobras perde R$ 32 bi em valor de mercado após interferência de Bolsonaro


A reunião foi confirmada pelo porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros. Segundo ele, foi chamada pelo presidente diante da preocupação do impacto do ajuste do combustível.

Apesar da interferência do Palácio do Planalto, o porta-voz disse que, por princípio, Bolsonaro entende que o governo não deve interferir na gestão da petroleira.

"Por princípio, o presidente entende que a Petrobras, uma empresa de capital aberto, sujeita às regras de mercado, não deve sofrer interferência política em sua gestão. Aliás, uma das razões para a crise que vínhamos incorrendo em governos passados", afirmou.

Veja também

Mourão defende militares na Saúde, mas diz que Pazuello deve sair em agosto
governo

Mourão defende militares na Saúde, mas diz que Pazuello deve sair em agosto

Novo exame de Bolsonaro dá positivo para coronavírus, e presidente deve manter isolamento
bolsonaro

Novo exame de Bolsonaro dá positivo para coronavírus, e presidente deve manter isolamento