Bolsonaro se encontra com banqueiros na Arábia Saudita

Uma das áreas que mais atraem os bancos de investimento é o saneamento

Presidente Jair BolsonaroPresidente Jair Bolsonaro - Foto: Yukie Nishizawa / Pool / AFP

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) abriu espaço em sua agenda na Arábia Saudita para se encontrar com grandes banqueiros. Nesta terça-feira (29) pela manhã, ele se reuniu com John Waldron, presidente do Goldman Sachs & CO. Na quarta-feira (30), será a vez de altos funcionários do japonês Soft Bank.

Os executivos estão em Riad, capital da Arábia Saudita, para participar da conferência conhecida como "Davos no deserto" e aproveitaram para pedir audiência com o presidente brasileiro.

Leia também:
Bolsonaro admite erro em vídeo com hienas, pede desculpas e promete retratação
Bolsonaro deve pedir à Arábia Saudita que volte a importar frango da BRF

Bolsonaro é um das estrelas da conferência junto com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi. Poucos líderes internacionais aceitaram participar depois que o príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, foi acusado de mandar matar um jornalista no ano passado.

No encontro desta manhã, Bolsonaro disse a Waldron que os investidores tem mais confiança para investir no Brasil após a aprovação da reforma da Previdência e garantiu que vai prosseguir com as reformas.

O executivo americano disse que o banco apoia integralmente essa agenda e está interessado em financiar obras de infraestrutura no Brasil. Uma das áreas que mais atraem os bancos de investimento é o saneamento.

Veja também

Presidente do Conselho de Ética sugere licença de 120 dias para senador flagrado com dinheiro na cue
Chico Rodrigues

Presidente do Conselho de Ética sugere licença de 120 dias para senador flagrado com dinheiro na cue

Amiga de Flávio Bolsonaro, 'tia Carminha' é madrinha da indicação de Kassio ao STF
Política

Amiga de Flávio Bolsonaro, 'tia Carminha' é madrinha da indicação de Kassio ao STF