Bolsonaro e ministros já são monitorados por confirmação de coronavírus após viagem aos EUA

O chefe da Secom (Secretaria Especial de Comunicação), Fabio Wajngarten, que integrou a comitiva que viajou aos EUA, foi diagnosticado com a doença

Trump e BolsonaroTrump e Bolsonaro - Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), além de ministros e assessores que viajaram com ele aos Estados Unidos no último final de semana, está sendo monitorado por prevenção contra o novo coronavírus.

O Palácio do Planalto deve soltar um comunicado ainda nesta quinta-feira (12). O chefe da Secom (Secretaria Especial de Comunicação), Fabio Wajngarten, que integrou a comitiva que viajou aos EUA, foi diagnosticado com a doença.

Leia também:
Secretário de Bolsonaro testa positivo para coronavírus
Escalada do coronavírus faz Bolsonaro cancelar viagem ao Nordeste
Coronavírus atinge ministra da Espanha e gera temor de contaminação no governo


Ele fez exames na quarta-feira (11) no hospital Albert Einstein e o resultado foi positivo. Além de Bolsonaro, Wajngarten esteve também em contato com o presidente norte-americano, Donald Trump.

Veja também

Aumento de indicadores da Covid-19 leva Jaboatão a suspender retorno de aulas para educação infantil
Coronavírus

Aumento de indicadores da Covid-19 leva Jaboatão a suspender retorno de aulas para educação infantil

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças
EUA

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças