Cabo Daciolo e Marco Feliciano batem boca na Câmara com acusações de 'falso profeta'

Daciolo afirmou que Marco Feliciano seria maçom. 'Não sou, mas se eu fosse, qual o demérito?', afrontou Feliciano

Candidato à Presidência da República derrotado, Cabo Daciolo (Patriota) Candidato à Presidência da República derrotado, Cabo Daciolo (Patriota)  - Foto: Divulgação / Facebook

Os deputados Cabo Daciolo (Patriota-RJ) e Pastor Marco Feliciano (Podemos-SP) bateram boca no plenário da Câmara no início da tarde desta quarta-feira (17). A discussão começou porque Daciolo, que disputou a Presidência da República, acusou, em vídeo, Feliciano de ser maçom. Os dois se encontraram no fundo do plenário e começaram a discutir. A briga foi presenciada pela reportagem.

Leia também:
Cabo Daciolo pede anulação do primeiro turno por fraude
A emissora 'vai cair', profetiza Cabo Daciolo após ser barrado no debate da Globo
Jingle coloca Daciolo como opositor dos Illuminati e da Ursal; assista
Daciolo encerra jejum de 21 dias e desce do monte


"Deus não falou que você ia ser presidente da República? O mesmo Deus que disse que ele ia ser presidente da República disse a ele que eu sou maçom. Estou pedindo pra ele provar. Ele é tão menino, é tão calça curta que não presta nem para conversar", disse Feliciano para Daciolo.

"Tem envolvimento. O tempo vai mostrar. Ainda tem pomba gira também. Se liga. Vigia e ora. E vamos esperar para ver o que Deus vai fazer", rebateu o Cabo Daciolo. O presidenciável derrotado disse que "o povo não vai ser mais enganado" e um chamou o outro de "falso profeta".

"Se é demônio, expulsa", disse Feliciano a Daciolo e o chamou de criança, maluco, demente, neurótico e desequilibrado. "Eu não sou maçom, mas se eu fosse, qual o demérito? Qual o problema?", indagou. "Volte para o primeiro amor", retrucou Daciolo.  "Ainda bem que o Parlamento se livrou de você", encerrou Feliciano.

 

Veja também

Confira as propostas dos candidatos a prefeito do Recife
Eleições 2020

Confira as propostas dos candidatos a prefeito do Recife

Deputado argentino que beijou seio da mulher em sessão virtual do Congresso renuncia
Mundo

Deputado argentino que beijou seio da mulher em sessão virtual do Congresso renuncia