'Fred vai sair comigo', diz Paulo Câmara, afastando mudanças

Governador não prevê alterações significativas em seu secretariado

Governador Paulo CâmaraGovernador Paulo Câmara - Foto: Rafael Furtado

Graduados palacianos já minimizavam as chances de uma reforma administrativa. Dizem que, se houver alterações, serão "mudanças pontuais". O zum zum zum em torno do assunto cresce à medida que o pleito de 2020 se aproxima e que partidos aliados apostam em acomodações que os agradem. Diante de rumores em torno de dança das cadeiras incluindo a pasta de Educação, o governador Paulo Câmara, indagado pela coluna, devolveu o seguinte: "Fred vai ser exonerando no dia 31/12/2022". E traduziu: "Ele vai sair comigo!". Refere-se ao titular da pasta, Fred Amâncio. O socialista já pisou e repisou que Educação "é a prioridade" de seu governo, a menina dos olhos. Assegura que não haverá alteração nessa secretaria, como também não prevê uma reforma administrativa mais extensa.

Palacianos já vinham ecoando a tese das mudanças pontuais. O governador reforça. No último final de semana, ele esteve na casa do deputado federal Raul Henry, em Serrambi. A despeito da amizade com o ex-vice-governador, auxiliares apontam "gesto político" na visita. Aliados do governo veem o jogo começando a ser jogado. Antes de Henry, Câmara já havia feito acenos a André de Paula, do PSD. Pela projeção do governador, no entanto, essas arrumações não devem passar por mudanças significativas em seu secretariado.

 

Corta Jaca
No PSB, corre que não foi só o governador Paulo Câmara que esteve na casa de Raul Henry, em Serrambi, recentemente. No último dia 30, quem passou por lá, segundo graduados socialistas, foi o deputado federal João Campos, acompanhado da namorada, a deputada Tabata Amaral.
Alcoviteiro > Henry, discreto, nem toca no assunto, mas há uma bolsa de apostas dando conta de que ele pode ter, mesmo sem querer, servido de alcoviteiro para o namoro de João, dada a amizade antiga com Tabata Amaral. O emedebista conhece ela desde antes de ela ser deputada, ainda da Fundação Lemann.
Visita... > No MDB, pairam lembranças incômodas, ainda do final de 2019, sobre uma visita que João Campos fez a uma unidade do Compaz, acompanhado de Tabata Amaral.
...Sentimental > Há quem diga que o mal-estar na legenda se deu porque o secretário da pasta responsável pelo equipamento nem chegou a ser avisado da passagem da deputada pedetista. Socialistas, no entanto, amenizam o episódio, dizendo que foi só uma "visita sentimental".
Repeteco > Presidente estadual do PP, Eduardo da Fonte filiou Carlinhos Bala ontem. E avisa que tem "várias candidaturas a serem apresentadas ainda com expectativa de repetir o número da Alepe" na Casa de José Mariano. Na Assembleia, o PP fez 10 deputados, era segunda maior bancada, mas empatou com o PSB e, hoje, tem 11.
Nem ensaiou > Se o jogo começou a ser jogado na Frente Popular, o PP é uma das siglas que não ensaiou hora nenhuma apoiar outro nome no Recife, que não fosse o de João Campos.
Nem, nem > Presidente estadual do PSD, André de Paula nem anunciou desistência de eventual candidatura própria no Recife, como apostaram alguns correligionários, nem rompeu com o governo Paulo Câmara. Segue em período de férias e quem o conhece realça que sua experiência, aliada à máxima de que "quem tem prazo não tem pressa", não permite qualquer decisão açodada. 

Veja também

Deputado desconfia da unidade oposicionista no Recife
Edmar Lyra

Deputado desconfia da unidade oposicionista no Recife

O candidato e a dificuldade com o isolamento
Carlos Britto

O candidato e a dificuldade com o isolamento