Governador da Bahia diz que Bolsonaro excluiu povo e não vai a inauguração

O aeroporto Glauber Rocha será inaugurado nesta terça-feira (23)

Rui Costa (PT), Governador da BahiaRui Costa (PT), Governador da Bahia - Foto: Manu Dias/Governo da Bahia/Flickr

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), não participará da inauguração do aeroporto Glauber Rocha, na cidade Vitória da Conquista. Em vídeo divulgado em suas redes sociais, ele afirma que o evento se transformou em uma "convenção político-partidária".

"A medida anunciada [realizar um evento fechado, com convidados do governo federal] é excluir o povo da inauguração, fazer uma inauguração restrita a poucas pessoas, escolhidas a dedo como se fosse uma convenção político-partidária. Não posso concordar com isso", diz Rui na gravação. 

Costa afirma que "exercitando a boa educação que aprendi, convidei o governo federal a se fazer presente no ato de inauguração, nesta grande festa. Infelizmente, confundiram a boa educação com covardia, e, desde então, temos presenciado agressões ao povo do Nordeste e ao povo da Bahia".

Leia também:
Governador do PT reivindica autoria de obra que será inaugurada por Bolsonaro
Bolsonaro diz que pode avaliar redução de multa do FGTS
 

E emenda: "Por isso, não vou comparecer à inauguração do aeroporto que o povo da Bahia construiu, que o Governo do Estado construiu. Porque entendo que o Brasil precisa de paz para crescer e para gerar emprego".

"Quero reafirmar o orgulho de ter nascido na Liberdade. O meu profundo orgulho de ser baiano, de ser nordestino. Nordestino que acima de tudo é um resistente, um trabalhador", diz ele.

Na sexta (19), foi divulgado um vídeo em que o presidente Jair Bolsonaro fala sobre "governadores de paraíba" e cita o governador do Maranhão [Flávio Dino (PC do B). "Não tem que ter nada para esse cara", diz Bolsonaro.

O governador baiano e o presidente da República travam uma disputa de bastidor pela paternidade da obra do novo terminal aéreo, no município que fica a 518 km da capital baiana, Salvador. A obra será inaugurada na terça (23), quando o avião presidencial com Bolsonaro vai aterrissar no voo inaugural do aeroporto.

No fim de semana, o Planalto dobrou o número de convidados da cerimônia de abertura -originalmente uma festa fechada para 300 convidados. Além disso, escalou rivais do governador Rui Costa (PT) para discursar no evento.

Com um investimento de R$ 106 milhões, sendo R$ 75 milhões do governo federal e R$ 31 milhões do governo do estado, o aeroporto tem capacidade para tender até 500 mil passageiros por ano.

Em uma peça publicitária, o governo estadual reivindica a autoria do terminal. Nos bastidores, contudo, deputados da oposição e até o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), tentam disputar a os louros da obra.

ACM Neto reuniu-se em Brasília com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, para organizar a participação de Bolsonaro na cerimônia de inauguração. O próprio Costa disse que convidou o presidente a participar, mas afirma que não houve repasses para a obra na gestão Bolsonaro.

Veja também

Sem máscara, Bolsonaro comemora independência dos EUA com embaixador
Bolsonaro

Sem máscara, Bolsonaro comemora independência dos EUA com embaixador

Trump ataca revolução cultural "de esquerda" no Monte Rushmore
Estados Unidos

Trump ataca revolução cultural "de esquerda" no Monte Rushmore