Governo Bolsonaro demite secretário de Esporte

Vieira foi convidado para o cargo em dezembro de 2018, após o governo federal confirmar a extinção do antigo Ministério do Esporte. O governo não divulgou quem será o substituto

Secretário Marco Aurélio VieiraSecretário Marco Aurélio Vieira - Foto: Breno Barros/rededoesporte.gov.br

O general Marco Aurélio Vieira foi exonerado do cargo de secretário especial de Esporte do Ministério da Cidadania. A decisão foi publicada nesta quinta-feira (18) no Diário Oficial da União.

Vieira foi convidado para o cargo em dezembro de 2018, após o governo federal confirmar a extinção do antigo Ministério do Esporte. A pasta passou a fazer parte do Ministério da Cidadania, chefiado por Osmar Terra (MDB-RS). O governo não divulgou quem será o substituto na secretaria.

Leia também:
Governo exonera Iolene Lima da Secretaria de Educação Básica do MEC
Presidente do Inep é exonerado após suspensão de avaliação ser revogada

General três estrelas e de reserva, Vieira foi desportista militar, trabalhou como diretor-executivo de Operações da Rio-2016 e cuidou do evento da tocha olímpica. Nos últimos anos, o governo federal reduziu o investimento no esporte. Desde 2015, quando o orçamento da pasta –que existia desde 1995– foi de R$ 3,9 bilhões (em valores atualizados), as receitas disponíveis para a área vem caindo. Em 2018, o montante foi de R$ 1,5 bilhão, cerca de 0,4% do total do país.

Veja também

PSOL não renega origem radical, mas amadureceu, diz presidente nacional do partido
Entrevista

PSOL não renega origem radical, mas amadureceu, diz presidente nacional do partido

De patriotismo a pedagogia cívica, veja críticas e defesas do voto obrigatório
Eleições

De patriotismo a pedagogia cívica, veja críticas e defesas do voto obrigatório