Insistir com Lula pode ser um equívoco do PT

Partido dos Trabalhadores tenta encurralar a Justiça Eleitoral com base no “fato consumado”

Lula Lula  - Foto: Nelson Almeida / AFP

O PT ignorou a condenação de Lula em segunda instância e vai levar às últimas consequências a candidatura dele a presidente da República em outubro próximo. No dia seguinte à condenação, o partido fez um ato público no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, para “convidar” o ex-presidente para ser candidato. E ele de pronto “aceitou” o convite. Agora, após o STJ negar um pedido de habeas corpus preventivo ao líder petista, a fim de impedir que ele seja preso, o PT acelerou o lançamento de sua candidatura. Será no próximo dia 7, em Belo Horizonte, capital de Minas, Estado governado pelo petista Fernando Pimentel. O partido não aceita o ex-presidente fora da disputa e usa como argumento até a última pesquisa do Datafolha segundo a qual, se ele ficar fora do páreo, o percentual de votos brancos subiria para 36%, algo nunca visto em nossa história. O PT tenta encurralar a Justiça Eleitoral com base no “fato consumado”, ignorando o fato de Lula já encontrar-se inelegível com base na Lei da Ficha Limpa, mas pode estar cometendo um grande equívoco. Deveria seguir os conselhos do professor David Fleischer (UNB) no sentido de preparar o seu “plano b”, pois se a candidatura do ex-presidente for indeferida, em setembro próximo, quando o partido requerer o seu registro no TSE, o substituto dele, seja Jaques Wagner ou Fernando Haddad, teria apenas três semanas para botar o bloco na rua.

Desfalque na Frente Popular
Jorge Carrero, vice-prefeito de Paulista pela 2ª vez, desligou-se do PCdoB e será candidato a deputado federal em outubro próximo por um partido de oposição. Tem convite de várias legendas, mas ainda definiu por onde tocará o seu projeto. Trata-se de um dos mais qualificados quadros da política pernambucana, embora sub-aproveitado pelos partidos por onde passou.

Transposição - Quando estiver definitivamente concluída, a obra de transposição do São Francisco terá sido inaugurada umas 20 vezes por Lula, Dilma e Michel Temer. É dentro dessa lógica que está inserida a vinda de Temer hoje a Cabrobó para inaugurar um trecho do Eixo Leste, que levará água para o CE, RN e PB.

Por que não eu?
- Tem razão o ex-deputado Beto Albuquerque (RS), que se filou ao PSB antes mesmo de Arraes e Eduardo Campos. Se o partido quer ter candidato próprio à Presidência da República, por que não ele, que foi vice de Marina em 2014, e sim Joaquim Barbosa?

Pão com pão - Douglas Cintra, suplente de senador pelo PTB, que substituiu Armando Monteiro no Senado ao tempo em que este era ministro de Dilma Rousseff, poderia ser o “nome de Caruaru” na chapa majoritária das oposições. Mas, por ser do mesmo partido do senador, talvez não tenha chance. Ficaria uma chapa “pão com pão”.

Prejuízo - Por ter rompido com o PSB e o governo Paulo Câmara, o deputado e ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, perdeu o apoio do prefeito de Ingazeira Lino Moraes (PSB). O novo candidato do prefeito à Câmara Federal será João Campos (PSB), filho de Eduardo Campos. O estadual será Diogo Moraes (PSB), 1º secretário Alepe.

Poder - O prefeito de Olinda, professor Lupércio (SD), não permitiu, pelo menos até agora, que o poder lhe suba a cabeça. Todos os dias, quando vai fazer ginástica numa academia próximo à sua residência, faz questão de cumprimentar seus funcionários, especialmente os mais humildes.

Veja também

Contágio acelerado completa 15 semanas no Brasil, indicam cálculos
Coronavírus

Contágio acelerado completa 15 semanas no Brasil, indicam cálculos

Vacina da Oxford preveniu pneumonia em macacos
Coronavírus

Vacina da Oxford preveniu pneumonia em macacos