José Serra pede demissão de ministério

Tucano enviou carta ao presidente Michel Temer

José SerraJosé Serra - Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O ministro de Estado das Relações Exteriores, José Serra, pediu demissão em carta enviada na noite desta quarta-feira ao presidente Michel Temer. O presidente aceitou o pedido de demissão do senador.

Na carta, Serra, que tem 74 anos e já foi candidato à Presidência da República, informa que pede demissão devido a problemas de saúde, já sabidos por Temer, e que o impediriam de manter um ritmo de viagens internacionais "inerentes à função de chanceler."

No texto, Serra diz ter tido "motivo de orgulho" de integrar a equipe de Temer.

Com a demissão, Serra voltará para o mandato de senador - ele foi eleito em 2015 e tem o mandato até 2023. Ainda na carta, ele diz que, "no Congresso, honrarei meu mandato de senador trabalhando pela aprovação de projetos que visem à recuperação da economia, ao desenvolvimento social e à consolidação democrática do Brasil.

Leia mais:
Serra voava sob efeito de injeções e pensava em deixar pasta há 20 dias

Veja também

Promotoria pede destituição de direção da FGV por suposta fraude na gestão Cabral
rio de janeiro

Promotoria pede destituição de direção da FGV por suposta fraude na gestão Cabral

Barroso fará convite para OEA acompanhar eleições municipais
justiça

Barroso fará convite para OEA acompanhar eleições municipais