Lula está indignado com condenação e irritado com multa, dizem senadores

O petista foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão

O ex-presidente Lula foi preso no dia 7 de abril de 2018O ex-presidente Lula foi preso no dia 7 de abril de 2018 - Foto: Mauro Pimentel / AFP

Interlocutores do ex-presidente Lula que estiveram com ele nesta quinta-feira (7) disseram que o petista ficou indignado com a decisão que o condenou no caso do sítio de Atibaia, no dia anterior. "Ele não é um homem que se abata ou se surpreenda. Na cabeça dele, está claro que os julgamentos dele são sempre políticos. Mas recebeu a notícia com muita indignação", disse o ex-ministro e atual senador Jaques Wagner (PT-BA).

O petista foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão nesta quarta (6), pela juíza Gabriela Hardt. Ainda cabe recurso. "Ele está bem-disposto, com o ânimo elevado, mas indignado com as injustiças desse processo cheio de fragilidades", afirmou o senador Humberto Costa (PT-PE).

Leia também:
Lula é condenado no caso do sítio de Atibaia
Saiba no que a nova condenação de Lula pode acarretar


Segundo os parlamentares, que visitaram Lula nesta quinta, o petista estava especialmente irritado com a multa de R$ 265 mil aplicada pela juíza. "É uma multa absurda, para inviabilizar qualquer alternativa", disse Wagner.

Os dois ainda pediram aos militantes que continuem em frente à Polícia Federal em Curitiba, onde Lula está detido. Eles compararam o grupo às Mães de Maio, na Argentina, que protestavam contra a morte de seus filhos e sequestro de seus netos pela ditadura militar daquele país.

Veja também

Justiça autoriza saída de Michel Temer do Brasil
Líbano

Justiça autoriza saída de Michel Temer do Brasil

Governo Bolsonaro vincula mortes e casos de Covid a governadores adversários
Coronavírus

Governo Bolsonaro vincula mortes e casos de Covid a governadores adversários