Ministério da Saúde vai recontar mortos pela Covid-19 porque diz ver 'dados fantasiosos'

Balanço atualizado deve ser publicado dentro de um mês

Carlos Wizard ao lado do presidente Jair BolsonaroCarlos Wizard ao lado do presidente Jair Bolsonaro - Foto: Reprodução

Em mais uma mudança na divulgação dos dados da pandemia de Covid-19 no Brasil, o Ministério da Saúde vai recontar o número de mortos vítimas da doença. Segundo o futuro secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Carlos Wizard, os balanços atuais seriam “fantasiosos ou manipulados”. A informação é da colunista Bela Megale, do jornal O Globo.

Desde quarta-feira (3), o Ministério começou a retardar a divulgação do boletim atualizado com os números do dia, em uma estratégia para driblar os telejornais noturnos. Na sexta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que, com o novo horário do balanço, “acabou matéria no Jornal Nacional”. A TV Globo interrompeu a programação com um plantão às 21h45 para mostrar os dados recém-divulgados. O site com os números foi retirado do ar.

Leia também:
'Acabou matéria no Jornal Nacional', diz Bolsonaro sobre atraso em dados da Covid-19
Brasil confirma mais 1.005 mortes e 30.830 casos de Covid-19


Segundo Wizard, “tinha muita gente morrendo por outras causas”. “Os gestores públicos, puramente por interesse de ter um orçamento maior nos seus municípios, nos seus estados, colocavam todo mundo como Covid. Estamos revendo esses óbitos”, afirmou.

O Ministério da Saúde tem convicção que o número de mortos do País pela doença causada pelo novo coronavírus é menor que o divulgado, ainda de acordo com o futuro secretário. “Eu acredito que vai ter um dado mais real [com a recontagem], porque o número que temos hoje está fantasioso ou manipulado”, acrescentou.

Um balanço atualizado deve ser publicado dentro de um mês. Os dados divulgados diariamente pelo Ministério da Saúde são compilados a partir dos balanços das secretarias estaduais de Saúde. Desde o início da pandemia, 35.026 pessoas morreram pela Covid-19 e 645.771 casos de infeção foram registrados no País.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Com nova onda de Covid-19, Israel avalia suspender aulas presenciais após abre e fecha
Coronavírus

Com nova onda de Covid-19, Israel avalia suspender aulas presenciais após abre e fecha

Governo de Pernambuco inaugura novos leitos de UTI em Afogados da Ingazeira
Coronavírus

Governo de Pernambuco inaugura novos leitos de UTI em Afogados da Ingazeira