Moro pode ser candidato a presidente em 2022, dizem auxiliares de Bolsonaro

Juiz federal aceitou ser ministro do próximo governo e também pode ser indicado, daqui a dois anos, para vaga no STF

Sergio MoroSergio Moro - Foto: Lula Marques / AGPT

O juiz federal Sérgio Moro pode ser o candidato do governo à sucessão de Jair Bolsonaro (PSL) - que tem repetido que não concorrerá a um segundo mandato. A ideia já circula entre integrantes do núcleo duro da equipe do capitão reformado.

Ou seja, além de esperar por uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal), que pode surgir daqui a cerca de dois anos, com a aposentadoria do ministro Celso de Mello, ele desponta também, desde já, como presidenciável.

Leia também:
Moro será ministro da Justiça no governo de Bolsonaro
Presidente da Ajufe cumprimenta Moro por aceitar ministério da Justiça


A atitude do magistrado, que deve deixar a carreira, tem sido questionada por críticos dele e por integrantes do PT. "Moro prendeu Lula e atuou com afinco para impedi-lo de concorrer. Imediatamente após o processo eleitoral, aceita o convite de Bolsonaro para virar 'superministro'. Pior: segundo o vice [de Bolsonaro] Mourão, o convite foi feito ainda durante a campanha", disse, por exemplo, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) em seu Twitter.

Veja também

Oposição quer investigar repasse a programa de Michelle de R$ 7,5 milhões doados para testar Covid
notícias

Oposição quer investigar repasse a programa de Michelle de R$ 7,5 milhões doados para testar Covid

"Quem esconde o PT é João Campos", afirma Marília Arraes
Eleições 2020

"Quem esconde o PT é João Campos", afirma Marília Arraes