Suplente de Álvaro Dias é preso no Paraná

Joel Malucelli é suspeito de ter participado de fraudes à licitação e desvio de recursos

Senador Álvaro DiasSenador Álvaro Dias - Foto: Divulgação

 

O empresário Joel Malucelli, dono de um dos maiores grupos empresariais do Paraná, foi preso nesta sexta (14), ao se entregar ao Gaeco (grupo de combate ao crime organizado), braço do Ministério Público Estadual. Ele é primeiro suplente licenciado do senador e presidenciável Alvaro Dias (Podemos).
Malucelli é suspeito de ter participado de fraudes à licitação e desvio de recursos públicos em um programa de manutenção e abertura de estradas rurais no Paraná, entre 2012 e 2014. Ele foi alvo da mesma operação que levou à prisão do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB).
O empresário se apresentou de forma espontânea e foi encaminhado ao Complexo Médico-Penal, na região metropolitana de Curitiba – o mesmo presídio que abriga detidos na Operação Lava Jato.

Em nota sobre a prisão de Malucelli, Dias defendeu o combate à corrupção, disse que "cada um deve responder por si" e que "não é admissível a tentativa de transferir responsabilidades para quem quer que seja".
Ao se afastar da suplência do presidenciável, em julho passado, o empresário havia afirmado "desconforto com as tentativas injustas iniciadas ao longo da pré-campanha eleitoral para atingi-lo e, supostamente, prejudicar Álvaro Dias". 

 

Veja também

Pernambuco registra 1.652 novos casos e 25 novas mortes pela Covid-19 em 24h
Covid-19

Pernambuco registra 1.652 novos casos e 25 novas mortes pela Covid-19 em 24h

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)
Coronavírus

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)