Vamos para reforma tributária e administrativa, diz Mourão após Previdência

O governo ainda não enviou para o Congresso suas propostas nas duas áreas, consideradas prioritárias

Presidente interino, Hamilton MourãoPresidente interino, Hamilton Mourão - Foto: Romério Cunha

O presidente interino, Hamilton Mourão, comemorou nesta quarta-feira (23) a aprovação da reforma da Previdência em segundo turno no Senado e disse que agora o governo deve focar nas reformas administrativa e tributária.

"Agora vamos para os outros objetivos, reforma tributária e administrativa, o mundo continua girando", afirmou ao chegar ao gabinete da vice-presidência, no Palácio do Planalto. O governo ainda não enviou para o Congresso suas propostas nas duas áreas, consideradas prioritárias.

Leia também:
Mourão aciona exército. Jungmann fez série de apelos
Após aprovar texto-base, Senado vota conclusão da reforma da Previdência; assista ao vivo

Na Câmara, um projeto de reforma tributária de iniciativa dos deputados avança em comissão especial sem a articulação do governo. O ministro Paulo Guedes (Economia) vem afirmando que a proposta de reforma tributária está em fase final. A demora para o envio vem gerando insatisfação em deputados que convergem com o governo na área econômica.

Mourão disse considerar o resultado da votação desta terça-feira (22) excelente. "Vitória com 60 votos a favor, então, aquilo que era o nosso objetivo número um para buscar o equilíbrio fiscal, que era a reforma do sistema previdenciário, agora vai nos dar uma previsibilidade pelos próximos 10 anos em relação a esses gastos", disse.

O Senado ainda tem que concluir nesta quarta a apreciação dos destaques ao texto da reforma. O texto-base foi aprovado na terça, mas após impasse o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), decidiu adiar o final da votação das emendas à proposta de mudança nas regras da aposentadoria.

Depois da votação, Alcolumbre deve assumir a presidência interinamente, durante viagem de Mourão ao Peru de quarta até sexta (25) à noite.

Veja também

Presidente do Conselho de Ética sugere licença para senador flagrado com dinheiro na cueca
Chico Rodrigues

Presidente do Conselho de Ética sugere licença para senador flagrado com dinheiro na cueca

Amiga de Flávio Bolsonaro, 'tia Carminha' é madrinha da indicação de Kassio ao STF
Política

Amiga de Flávio Bolsonaro, 'tia Carminha' é madrinha da indicação de Kassio ao STF