EducaVinhos

Conheça uma das maiores escolas do mercado de vinhos

EducaVinhos - Foto: Pixabay

Leitor, não é erro de digitação (antigamente se dizia datilografia, não era?). É assim mesmo. Trata-se de uma comunidade de empreendedores com a meta de expandir a cultura do vinho através da qualificação, da transformação de profissionais e do auxílio a empresas que queiram aumentar sua performance de vendas por canais físicos (lojas e adegas) e digitais (“e-commerces” e “deliveries”). Fundada em 2020 por três profissionais, que uniram seus múltiplos conhecimentos na área, Diego Bertolini, Tadeu Silva e Gustavo Tadeu hoje dirigem uma das maiores escolas do mercado de vinhos, ajudando pessoas comuns a criarem e desenvolverem o seu próprio negócio. A EducaVinhos já acumula mais de 1.300 alunos no Brasil, Argentina, Chile, Portugal e Itália. 

Uma das suas iniciativas foi promover a junção de sete empreendedores do Rio Grande do Norte, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul para realizarem a primeira importação coletiva exclusiva para pequenas empresas, uma iniciativa inédita no setor. Essa união traz claros benefícios. Uma compra conjunta gera melhor negociação de valores com o vendedor e um menor custo de importação, ao ratear transporte, embalagem, etc, acarretando redução no preço final para o consumidor - esperamos que sim, né amigo? Para viabilizar a aquisição coletiva das caixas dos vinhos a serem comercializados, a EducaVinhos firmou parceria com a Smurfit Kappa, um dos principais fornecedores de soluções para embalagem sustentável de papelão no mundo. Bem, essa é a ideia do empreendimento. Que nós aplaudimos e estimulamos, pois o dragão da inflação está aí, metendo a mão no nosso bolso. 

A primeira experiência uniu as empresas Wine DOC (RJ), Reyes de La Bodega (SP), Vinha Vino (RN), Emporium du Vin (PE), Winedoc, Villa Borghetto (RS) e Casa Merlot Empório (SC), que importaram garrafas dos vinhos Aeros Cabernet Sauvignon 2020, Aeros Carmenère 2020 e Aeros Reserva Cabernet Sauvignon 2019. Os três rótulos foram elaborados pela nossa velha conhecida vinícola Morandé, do Chile. A escolha pelos vinhos Aeros considerou critérios técnicos e de precificação. A EducaVinhos fez uma pesquisa entre os alunos e o Chile foi a origem mais mencionada. A partir daí, quatro vinícolas foram selecionadas, seus vinhos degustados e a marca Aeros foi a eleita. Pude degustar o Aeros Reserva Cabernet Sauvignon 2019. Que é produzido sob cuidadoso processo de vinificação e leve envelhecimento em madeira, atingindo bem seu objetivo: um vinho de bela cor, com nariz e boca frutadas, bem agradável de beber. Com preço em torno dos R$90,00. Os outros dois vinhos à disposição do mercado, jovens e também igualmente agradáveis, ficam na faixa de R$80. Acho que a relação qualidade-preço está de bom tamanho, mas você, leitor, fica com a palavra. Vá lá, prove e dê sua opinião, pois o consumidor de vinho é o soberano. Eu sou só um “pitaqueiro”. Quer o caminho das pedras?  emporiumduvin. Acesse, faça seu pedido e depois me fale. Tim, tim, brinde à vida.

Veja também

YouTube remove vídeos que pediam doações em golpe da "menina com câncer"
golpe

YouTube remove vídeos que pediam doações em golpe da "menina com câncer"

Mega-Sena deste sábado (13) paga prêmio de R$ 27 milhões
Sorteio

Mega-Sena deste sábado (13) paga prêmio de R$ 27 milhões