A esquerda sem Lula; confira vídeo

Luiz Inácio Lula da Silva - Reprodução/Facebook

A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para além dos seus efeitos jurídicos, representou uma verdadeira virada de mesa no jogo político das eleições deste ano. Primeiro lugar nas pesquisas presidenciais, mesmo após as condenações impostas pelo juiz Sérgio Moro e o Tribunal Regional Federal da 4 Região (TRF4), o chefe do Executivo é considerado uma peça chave na disputa eleitoral por conta da sua liderança tão carismática quanto polêmica.

Nesta série de reportagens, dividida em duas partes, a Folha de Pernambuco procurou lideranças do campo de esquerda e da direita para analisar o impacto da reclusão do líder petista para as duas pontas clássicas da disputa eleitoral, que ficaram ainda mais enfatizadas diante da polarização, cada vez mais radical, da sociedade brasileira.

Nesta primeira parte, lideranças das agremiações esquerdistas analisam o impacto da saída de cena do maior líder que seu campo político viu surgir nos últimos anos. A vereadora Marília Arraes (PT), o dirigente nacional do PDT Túlio Gadêlha e o vereador Ivan Moraes (PSOL) abordam o impacto da prisão do petista nas eleições deste ano no Brasil e em Pernambuco, além de opinar sobre as melhores estratégias para enfrentar a disputa.



Leia também
PT abandona lema 'eleição sem Lula é fraude' e adota a assinatura 'Lula livre'
Moro diz que há mais provas, além das delações, contra Lula
Líder do PT na Câmara mantém inspeção na carceragem de Lula, em Curitiba