Após requalificação, Monumento Centenário será entregue nesta sexta

Localizado na porta de entrada de Petrolina, numa rotatória que interliga importantes vias da cidade, o Monumento Centenário, um dos principais cartões postais da capital do Sertão está de cara nova. Inaugurado em 1995, no aniversário de 100 anos do município, ele enaltece aspectos e figuras importantes da história local. O monumento e todo o espaço que faz parte da sua composição foram requalificados pela prefeitura e serão entregues à população nesta sexta-feira (4), às 19h.

A obra foi realizada após um acordo realizado entre a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação e uma empresa da iniciativa privada. Segundo o titular da pasta, Giovanni Costa, o projeto contemplou a reforma dos elementos já existentes na composição do monumento, além da iluminação e do espelho d’água. “Também foram colocados intertravados e plantamos uma vegetação rasteira na rotatória e nos canteiros centrais ao redor. Outra novidade é que a bandeira de Petrolina será hasteada em um desses canteiros”, conta.

Vários ícones compõem o Monumento Centenário. O elemento de maior destaque é a vela de um barco gigante; plataforma simboliza um barco; o lago simboliza o rio; e as carrancas são lendas do Rio São Francisco. O monumento ainda destaca três pilares: trabalho, fé e educação, representados pelas estátuas do ex-deputado federal Nilo Coelho, Dom Malan e Irmã Luizinha Pasi, respectivamente.

Veja também

'Assunto de Família', de Hirokazu Koreeda, ganha debate online
DEBATE

'Assunto de Família', de Hirokazu Koreeda, ganha debate online

Plenário da Alepe faz um minuto de silêncio em memória de pernambucanos ilustres
Homenagem

Plenário da Alepe faz um minuto de silêncio em memória de pernambucanos ilustres