Datafolha: Lula amplia liderança e Bolsonaro chega a 2º

Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (30) pela Folha de S. Paulo aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém-se na liderança da corrida para a Presidência em 2018. O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) cresceu e aparece em segundo lugar da disputa, empatado tecnicamente com a ex-senadora Marina Silva (Rede). O levantamento é o primeiro do instituto após a divulgação de detalhes da delação da Odebrecht.

Conhecido por seus posicionamentos conservadores, Bolsonaro subiu de 9% para 15% e de 8% para 14% nos dois cenários em que é possível acompanhar a evolução. Segundo a publicação, nesses e em outros dois com candidatos diversos, Bolsonaro empata com Marina.

A pesquisa mostra ainda que ele é o segundo nome mais lembrado de forma espontânea, com 7%. O índice é menor que o de Lula (16%), mas acima dos 1% dos outros.

O Datafolha fez 2.781 entrevistas, em 172 municípios, nos dias 26 e 27 de abril, antes da greve geral. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais.

Os tucanos Aécio Neves (PSDB) e Geraldo Alckmin (PSDB), senador por Minas Gerais e governador de São Paulo, respectivamente, caíram na preferência dos eleitores. Aécio tem 8% contra 26% em dezembro de 2015. No cenário há Lula, Bolsonaro, Marina Silva e Ciro Gomes (PDT). Já Geraldo Alckmin tem 6%. Em dezembro de 2015 ele tinha 14%.

Na pesquisa de segundo turno, Lula derrota todos, exceto Marina e um nome que não havia sido testado até o momento, o do juiz Sergio Moro. Ele comanda processos contra o ex-presidente na primeira instância da Lava Jato.

Sem partido, o juiz supera o ex-presidente numericamente, com empate técnico: 42% a 40%. Sergio Moro, no cenário de primeiro turno em que é incluído chega tecnicamente em segundo. Neste caso, o apresentador Luciano Huck (sem partido) estreia com 3%.

O presidente Michel Temer (PMDB) não tem mais do que 2% das intenções de voto nos cenários em que aparece. No entanto, ele é rejeitado por 64% da população. Lula tem 45% de rejeição, Aécio 44%, Alckmin 28%, Bolsonaro 23%, Marina 21%. João Doria (PSDB), prefeito de São Paulo, e o juiz Sergio Moro, por sua vez, têm 16% de rejeição cada.

Foi a primeira vez que o Datafolha incluiu Doria no levantamento. Ele tem um desempenho melhor do que Alckmin e Aécio. Teria entre 5% e 11% dos votos.

Rejeição a Temer
De acordo com a pesquisa, 61% consideram o governo do presidente Michel Temer como ruim ou péssimo, 28% regular e 9% ótimo ou bom. Além disso, o levantamento mostrou que 85% dos entrevistados, hoje, defendem que o Congresso deveria aprovar uma mudança constitucional para permitir eleições diretas já, caso Temer tenha seu mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral. 10% apoiam a eleição pelo Congresso.

Veja também

Fisiologista do Sport diz que elenco está em boas condições para atuar
Sport

Fisiologista do Sport diz que elenco está em boas condições para atuar

Kourtney diz estar livre de 'ambiente tóxico' ao deixar Keeping Up With The Kardashians
Celebridades

Kourtney diz estar livre de 'ambiente tóxico' ao deixar Keeping Up With The Kardashians