Governadores debatem Consórcio Nordeste

Administradores também devem aproveitar a ocasião para se manifestar sobre recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro - André Oliveira/Divulgação

Os governadores nordestinos, dentre eles Paulo Câmara (PSB), voltam a se reunir nesta segunda-feira (29), em Salvador, na Bahia, para formalizar o Consórcio Nordeste - instrumento de atuação conjunta entre os nove estados consorciados - e traçar o planejamento para os próximos 12 meses do colegiado. O encontro está programado para acontecer às 9h, no Centro Administrativo da Bahia.

Na ocasião, os gestores também devem abordar as recentes declarações polêmicas do presidente Jair Bolsonaro (PSL) envolvendo os governantes nordestinos, além da reforma da Previdência e a tributária. No final da reunião, uma coletiva de imprensa será realizada e os chefes dos estados devem anunciar medidas do Consórcio. O governador baiano, Rui Costa (PT), é o presidente do Consórcio. O mandato é de um ano.

Leia também:
Alepe aprova criação do Consórcio Nordeste
Consórcio Nordeste pode reeditar Mais Médicos

Uma das primeiras medidas do Consórcio pode ser a assinatura de um contrato com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) para trazer profissionais estrangeiros e reinstalar o atendimento nos moldes do programa Mais Médicos nos estados nordestinos. A ideia é retomar um contrato regional com a organização. Em junho, a assessoria de imprensa do Governo de Pernambuco confirmou uma conversa inicial sobre o assunto, mas explicou que o tema ainda seria aprofundado.

Na última quinta-feira (25), o governador Rui Costa se reuniu, em Brasília, com o embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Wtischel, para discutir ações que possam colaborar com o Consórcio. Na ocasião, o presidente do grupo disse que pretender ir, junto com os outros gestores, à Alemanha para captar investimentos para a Região. A estratégia de trabalho em conjunto é buscar investidores internacionais para parcerias em áreas como saúde, saneamento, ciência e meio ambiente.

Consórcio
Criado em março, o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste é uma parceria para melhorar os gastos públicos, levar mais eficiência à gestão e desenvolver ações sociais para a população dos nove estados que integram a associação pública: Pernambuco, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

O colegiado tem por finalidade atuar nas áreas de desenvolvimento econômico, infraestrutura; ciência, tecnologia e informação; desenvolvimento social; segurança pública e administração penitenciária; meio ambiente; desenvolvimento da gestão; articulação política, jurídica e institucional e no desenvolvimento da comunicação pública e estatal.