Guilheme Uchoa e filho se filiam ao PSC, que lança André ao Senado

Guilherme Uchoa e filho no ato de filiação ao PSC - Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Guilherme Uchoa, e o seu filho Guilherme Uchoa Júnior se filiaram, nesta quarta-feira (20), ao PSC, comandado em Pernambuco pelo deputado André Ferreira. O ato de filiação, realizado no Hotel Barramares, em Piedade, contou ainda com a presença do presidente nacional da legenda, Pastor Everaldo, que veio ao Recife exclusivamente para participar da cerimônia, e do prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PR).

Leia também:
Ao lado do filho, Guilherme Uchoa anuncia filiação ao PSC
Ato marca ingresso de Uchoa e filho no PSC
Lupi ignora saída de Uchoa do PDT


Durante o discurso, Uchoa historiou os fatos que o levaram a filiar-se ao PSC e afirmou que optou pela legenda pela relação de mais de 20 anos de convivência com a família Ferreira.

"Fortalecer o partido que eu acabo de me inscrever junto com meu filho, Júnior Uchoa, para que nos possamos continuar no rumo certo, Pernambuco continue a se fortalecer e que o Partido Socialista Cristão tenha uma represtançaõ política na Assembleia Legislativa do Estado e na Câmara Federal. Temos a certeza absoluta de que fizemos a melhor escolha", disse o presidente da Alepe em entrevista após o ato.

“Sejam bem-vindos Guilherme Uchoa a Guilherme Junior. O PSC é a casa de vocês. Quando entreguei o partido ao deputado André Ferreira, tinha a certeza de que ele o faria crescer. E, se Deus quiser, André Ferreira será senador da República”, discursou o Pastor Everaldo.

O ato de filiação ainda reforçou a pré-candidatura de André Ferreira ao Senado Federal. "Meu senador é André, que é do meu partido, minha primeira opção", disse Uchoa.

Questionado se há arestas com os dirigentes do PDT, partido do qual se desfiliou por estar insatisfeito com o tratamento recebido, Guilherme Uchoa disse que fez questão de agradecer ao ex-deputado José Queiroz "pela sua lealdade e seu cumprimento de palavra". Mas que o atual presidente da sigla, o deputado federal Wolney Queiroz, "não nos valorizou, nos subestimou, e nós vamos mostrar com quantos votos se faz um deputado federal".

Com informações de Ulysses Gadêlha, da Folha de Pernambuco.