Joaquim Francisco vê PSDB distante do PSB

Ex-governador Joaquim Francisco - Jedson Nobre/Folha de Pernambuco

Ex-integrante do PSB e hoje no PSDB, o ex-governador Joaquim Francisco avaliou que, pelo quadro atual, seria difícil socialistas e tucanos caminharem juntos nas eleições do próximo ano, uma vez que, hoje, o PSDB está próximo ao DEM, que também não faz parte da base do governador Paulo Câmara. Também lembrou que os tucanos têm um candidato majoritário, o ministro das Cidades, Bruno Araújo.

“Acho que, neste quadro atual, o mais provável é esse caminho pelo DEM, uma articulação nesse sentido. Mais provável do que o caminho de Paulo (Câmara). O caminho está mais sinalizado”, afirmou o ex-governador, durante entrevista à Rádio Folha FM 96,7, ao ser indagado sobre qual o caminho mais provável em 2018.

Joaquim Francisco, no entanto, disse ser muito cedo para definir qualquer caminho, e lembrou, por outro lado, que PSB e PSDB têm “um namoro antigo”. “Diante de um clima desse que estamos vivendo agora, o máximo que pode fazer são essas aproximações, sondagens...”, afirmou.

Sobre o cargo que Bruno Araújo poderia ocupar numa chapa majoritária, desconversa.

“Alma quando tá querendo reza, não dá o serviço, não. Chega até a porta da igreja, mas não entrar. Fica por ali. Acho que ele tem legitimidade e experiência para pleitear a vaga majoritária”, brincou.