Programa Chegando Junto lança o projeto Pertencer

Programa Chegando Junto - Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Habitação, iniciará na próxima terça-feira (30) as atividades do Pertencer - Espaço de Convivência, que faz parte das ações do Programa Chegando Junto, projeto que abarca uma série de iniciativas de amparo à população, além de apoio e fomento à geração de renda. Com o objetivo de despertar o convívio harmonioso, o respeito mútuo, a preservação do patrimônio coletivo, o espaço de convivência foi totalmente reformado para que as mães moradoras desses prédios possam deixar suas crianças em segurança e tranquilidade para trabalhar.
  
No total, a ação irá beneficiar famílias de 25 crianças entre seis meses e seis anos de idade, que ficarão sob os cuidados de 12 moradoras-colaboradoras do próprio habitacional. As colaboradoras, por sua vez, estão devidamente matriculadas na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) com o curso profissionalizantes de Brinquedista - curso com 360 h/aula distribuídas em três módulos ao longo de 18 meses - e que irão auxiliar nas atividades de recreação sob a inspeção de uma arte-educadora (coordenadora).

No espaço, as crianças serão orientadas a brincar com qualidade através recursos como brinquedos e jogos lúdicos para o melhor desenvolvimento da primeira infância. Além do salão, onde serão desenvolvidas as atividades, o projeto conta com um contêiner que funcionará como uma cozinha que servirá de apoio para a manipulação dos alimentos que serão servidos às crianças, e com uma quadra poliesportiva.

Para participar da ação, as crianças acima de quatro anos deve estar regularmente matriculada em rede de ensino público ou privada, devendo seus representantes legais apresentarem, no ato da inscrição, declaração da instituição de ensino que ateste a matrícula e frequência escolar. O Pertencer - Espaço de Convivência funcionará de segunda a sexta, das 08h às 16h.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a participação do trabalho das mulheres ainda é cerca de 30 pontos percentuais menor que a dos homens. E o acesso ao cuidado infantil pode ter um impacto positivo significativo nas taxas de emprego e no número de horas que as mulheres trabalham. As estatísticas também apontam que as mulheres mais pobres são diretamente impactadas por não terem com quem deixar os filhos.

COLORINDO O RECIFE Levando cores e provocando a ocupação dos espaços públicos, a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife realiza o projeto Colorindo o Recife. Lançado pela Prefeitura do Recife em 2013 com o objetivo de criar galerias a céu aberto, as ações promovem o embelezando a cidade. O projeto cresceu e virou, em 2017, política pública de fomento à arte urbana, sendo aberto um edital de cadastro de novos artistas do grafitti. Vários painéis já se transformaram em atrativos turísticos da cidade, como o muro do Cemitério de Santo Amaro, feito por Galo de Souza, o painel de Luiz Gonzaga no edifício da Prefeitura do Recife, por Kobra, o Espaço R.U.A., na Avenida Barbosa Lima, no Bairro do Recife, entre outros.

PADRE MIGUEL - O Conjunto Habitacional Padre Miguel, localizado no bairro de Afogados, foi inaugurado em abril de 2009 . O habitacional, com prédios de pavimentos triplos, possui quadra de esporte, salão comunitário e contempla cerca de 128 famílias oriundas de áreas alagadas da capital pernambucana.

CHEGANDO JUNTO - O programa vai abarcar uma série de projetos, com ações divididas entre as áreas de assistência à população e apoio à geração de renda. Serão construídos três restaurantes populares e um abrigo noturno; o projeto Gera Cidadania vai oferecer oficinas pedagógicas e artísticas para crianças, adolescentes e jovens no contra turno escolar; haverá Frentes de Trabalho, que contratarão moradores dos bairros para fazer pequenos reparos de manutenção em escolas e unidades de saúde; mutirões de saúde, auxílio e assistência técnica aos moradores para reformar e construir suas casas, são outras ações do Chegando Junto.