Suape reduz uso de papel em 40%

Além de dar mais transparência, segurança e celeridade aos trâmites internos, a migração do processo físico para o digital tem ajudado a preservar o meio ambiente e a economizar recursos públicos, no Complexo Industrial Portuário de Suape.

Em apenas cinco meses (entre agosto e dezembro passado), a empresa deixou de utilizar 1.040 resmas de papel, com a implantação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Considerando que com uma árvore de eucalipto se produz uma média de 15 resmas, o volume é equivalente a 70 árvores que deixaram de ser retiradas da natureza.

“Suape vem adotando uma série de ferramentas de gestão que tornam nosso serviço mais produtivo, mais transparente, mais ágil e seguro e ainda otimizam os recursos públicos. O SEI é uma delas. E ele não ajuda a economizar apenas papel, mas também material de escritório, serviço de postagem, logística e transporte de documentos”, afirma o diretor de Administração e Finanças da empresa, Dilermano Brito. “Em 2018, 2.700 resmas de papel foram utilizadas em Suape, então houve uma redução de quase 40% em 2019”.

Como é um sistema 100% virtual, no SEI os processos são criados, editados e finalizados eletronicamente, podendo ser acessados remotamente por vários navegadores e por qualquer órgão/empresa cadastrados. O SEI foi implantado sob coordenação da Secretaria de Administração (SAD) e gestão técnica da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI), tendo sido criado e cedido gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região e selecionado pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão como plataforma oficial do Processo Eletrônico Nacional (PEN).

Antes do SEI, Suape utilizava o Sistema Integrado de Gestão Pública do Governo de Pernambuco (Sigepe), que tinha como função cadastrar os documentos internos, mas mantinha a necessidade de impressão dos arquivos. Dos 13,5 mil hectares do Complexo, cerca de 59% são de área preservada.

Veja também

Três documentários para assistir em streaming
streaming

Três documentários para assistir em streaming

Etanol vendido pelas usinas pode aumentar concorrência, diz Bolsonaro
Etanol

Etanol vendido pelas usinas pode aumentar concorrência, diz Bolsonaro