Tabata entra com representação contra deputado que quer criminalizar movimentos "antifascistas"

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) afirmou, nesta terça-feira (2), em sua conta no Twitter, que protocolou uma representação contra o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) por ter apresentado um Projeto de Lei que visa tipificar os grupos "antifas" (antifascistas) como organizações terroristas. Tabata ainda diz que o PL é inadmissível, principalmente "agora com a escala autoritária do governo".

"Protocolei uma representação contra o deputado federal do PSL, Daniel Silveira. Além de ofender a honra e dignidade de outros parlamentares, ele protoclou um PL que classifica grupos antifascistas como terroristas. Isso é inadmissível, sobretudo agora com a escalada autoritária do governo", twittou a deputada.

Já Daniel que é conhecido por ter sido fotografado quebrando uma placa em homenagem à vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada em março de 2018, respondeu a parlamentar com ironia afirmando que "máscara e romantiza as aberrações de sua agenda". "Começou o queixume dessa gente que vive de ressignificações, distorções, falácias, narrativas e trololós, num interminável teatro para mascarar e romantizar as aberrações de sua agenda e as atrocidades de seus ídolos", trucou o parlamentar do PSL.

O texto do deputado também pretende classificar "demais organizações como ideologias similares" como organizações criminosas. De acordo com o texto de Daniel Silveira, o PL tem em vista "os flagrantes e ilegítimas manifestações públicas de prática de ódio, incitação à violência e prática de violência propriamente dita sob o falso viés da defesa da democracia. Ele ainda classifica as manifestações de domingo, no Rio e em São Paulo, como "absolutamente antidemocráticas".

Ameaça em vídeo
No último domingo, após participar de um ato a favor do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) no Rio de Janeiro, Daniel Silveira atacou e ameaçou manifestantes antifascistas. Em um vídeo publicado em sua conta no Twitter, o parlamentar federal aparece falando palavrões e afirmando que mandaria um "recado" para os "antifas". "Esses vagabundos, comunistas, que estão na rua o tempo todo (...). Tem muito policial armado nessas manifestações, que um dos vocês, manifestantes antifascistas, vão achar o de vocês", diz Daniel. Ele ainda fala que "esperou" os manifestantes antifascistas para uma briga no local, mas eles foram "covardes".

Veja também

Tribunal desportivo autoriza Flamengo a transmitir final da Taça Rio
Campeonato Carioca

Tribunal desportivo autoriza Flamengo a transmitir final da Taça Rio

Peru vai isentar viajantes de quarentena ao reabrir fronteiras

Peru vai isentar viajantes de quarentena ao reabrir fronteiras