Tomada de Contas Especial é tema de palestra na Fundarpe

“Aspectos teóricos e práticos da Tomada de Contas Especial (TCEsp)” foi o tema da palestra realizada pela Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE) na última terça-feira (20), no Espaço Pasárgada, bairro da Boa Vista, Recife. Promovido pela Diretoria de Correição (DCOR/SCGE), o evento contou com a participação de agentes públicos da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

Proferida por Daniel Tiné, gestor governamental de Controle Interno, a palestra teve como propósito apresentar o conceito e os objetivos da TCEsp; os casos em que as mesmas devem ser instauradas; os agentes que estão sujeitos à TCEsp; as autoridades competentes para instauração; além do processamento dos casos.

“A iniciativa de transmitir informações relevantes faz parte das atribuições da nossa diretoria. Identificamos a necessidade dos órgãos e disponibilizamos nossos servidores para compartilhar conhecimento e trocar experiências com outras unidades do poder público”, disse Filipe Castro, diretor de Correição da SCGE.

Acompanharam Daniel na programação na Fundarpe, Ricardo Miranda e Ib Cardim, respectivamente, coordenador dos Atos de Correição e Tomada de Contas Especial; e chefe da Unidade de Tomada de Contas Especial.

“Essa atuação da SCGE é de suma importância para a gestão pública, pois possibilita conhecer as necessidades e dificuldades enfrentadas pelos órgãos, fazendo com que possamos atuar de forma mais direcionada no apoio aos gestores, além de proporcionar uma troca de experiência enriquecedora para a melhoria da administração pública”, avaliou Daniel.

Veja também

Marília vista como um "doce paradoxo" por socialistas
Folha Política

Marília vista como um "doce paradoxo" por socialistas

A experiência de Mendonça para ser o nome da oposição no Recife
Edmar Lyra

A experiência de Mendonça para ser o nome da oposição no Recife