Um dia após anunciar saída do PSB, FBC ingressa no PMDB

Filiação do senador Fernando Bezerra Coelho ao PMDB - Divulgação

No dia seguinte após ter anunciado a sua desfiliação do Partido Socialista Brasileiro (PSB), o senador Fernando Bezerra Coelho ingressa, nesta quarta-feira (6), no PMDB. A filiação acontece na presidência nacional da legenda, em Brasília.

Leia também:
FBC pede desfiliação do PSB e vai para o PMDB
Siqueira diz que já esperava saída de FBC do PSB


No ato, Bezerra Coelho foi prestigiado por líderes do PMDB, como o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e o presidente nacional da sigla, Romero Jucá (PMDB-RR). Além deles, também marcam presença o ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), e o senador Armando Monteiro Neto (PTB), integrantes da oposição ao governo Paulo Câmara (PSB).

Os três estiveram juntos em palanque no município de Caruaru, no Agreste, no dia 28 de agosto, quando participaram do anúncio de unidades habitacionais dos residenciais Luiz Bezerra Torres I e II. Na ocasião, então integrante do PSB, Fernando Bezerra Coelho mostrou alinhamento com os ministros pernambucanos de Michel Temer (PMDB) e discursou defendendo um novo tempo para Pernambuco.

O senador que ingressa no PMDB também elogiou, na ocasião, o trabalho dos quatro auxiliares presentes e ressaltou o trabalho deles, no ato que foi marcado como o start da união desse grupo de olho nas eleições de 2018.

Também estiveram presentes no ato os filhos de Fernando Bezerra - o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, e o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho. Ambos continuam, por enquanto, no PSB.

O deputado federal João Fernando Coutinho, que é dissidente do PSB e que também pode migrar para o PMDB, o ex-ministro Garibaldi Alves, e os ministros Eliseu Padilha (da Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) também participaram. Outro ministro de Pernambuco, Mendonça Filho (DEM), não estava presente.